Laser promove eficácia no tratamento contra micoses

Por: Dermatologia - Por Dr. Eduardo Bornhausen Demarch
Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

Aquela corrida matinal na praia, o banho na piscina do clube ou do condomínio, atividades tão comuns no verão, mas que escondem riscos para a saúde de suas unhas. Isso para

ficar apenas nos exemplos mais comuns durante a estação mais quente do ano. A verdade é que estamos todos sujeitos a pegar uma micose, mais comumente nos pés. Mas se antes o tratamento era complexo e demorado, com o laser Nd:YAG 1064nm tudo se resolve com tranquilidade. A tecnologia ainda é nova no Brasil, mas os resultados são eficientes.

A doença, provocada por fungos e também chamada de onicomicose, afeta entre 5 e 20% da população mundial e se manifesta por um espessamento da unha afetada, com o descolamento da unha e aspecto esbranquiçado, opaco ou amarelado. No entanto, além dos prejuízos estéticos, ela se torna particularmente A preocupante por se transformar em porta de entrada para diferentes tipos de germes e bactérias que provocam outras doenças e podem atacar o restante do corpo.

O médico Dr. Eduardo Demarch salienta a importância de buscar auxílio assim que notar alguma diferença nas unhas. Ele frisa que o tratamento a laser não tem contraindicações e em determinados casos poucas sessões podem solucionar de vez um problema que antes levaria mais de um ano com tratamentos locais ou via oral. "Como as unhas dos pés demoram mais a crescer, era necessário passar todo esse período sob tratamento convencional para se ver totalmente livre dos fungos causadores da micose", alerta. Ele explica que isso acontece porque a unha afetada precisa ser totalmente substituída pela nova e esse é o tempo médio que leva o processo em uma pessoa adulta.

Com o tratamento a laser Nd:YAG 1064nm a situação é a mesma, mas, ao fim das sessões, basta fazer o acompanhamento médico após um, três e seis meses para se certificar de que não são necessárias novas intervenções. O método é recomendado também para pessoas com mais idade e para diabéticos. Tanto no primeiro quanto no segundo caso, o uso de determinados medicamentos no tratamento de problemas preexistentes pode interferir ou até mesmo cortar o efeito daqueles que visam curar a micose, sem falar na sobrecarga que o excesso de remédios acarreta para o fígado.

Já com a nova tecnologia o procedimento é simples e a pessoa retoma suas atividades assim que sai da clínica. O laser atravessa a lâmina da unha e atinge o seu leito resultando em aquecimento do material fúngico. A exposição do fungo a altas temperaturas inibe o seu crescimento e causa dano e morte celular do fungo. Isso é possível através do princípio da fototermólise seletiva, mecanismo pelo o qual os lasers agem em alvos específicos sem prejudicar a pele ou tecidos ao redor, explica Dr. Eduardo. Cabe ressaltar que durante o tratamento não existe o contato da ponteira do equipamento com a unha ou a pele, resultando em um procedimento limpo e totalmente seguro.

O intervalo recomendado entre as sessões é de 15 a 30 dias e o tratamento com laser Nd:YAG 1064nm tem ainda outro benefício: proporcionar o embelezamento da unha, pois melhora a microcirculação na pele logo abaixo dela favorecendo o seu crescimento, além de lhe dar um aspecto mais saudável.

Ainda segundo o especialista, a micose nas unhas dos pés é mais comum porque os sapatos e tênis que utilizamos no dia a dia deixam o ambiente quente e úmido, propício para a proliferação de microrganismos. Nas mãos, a ventilação pode dificultar a proliferação dos fungos. Todavia, as unhas das mãos também podem ser acometidas. Para um diagnóstico e tratamento adequados, é fundamental a consulta presencial com o seu médico.

HIGIENE ADEQUADA EVITA MICOSES
Separamos aqui itens essenciais para evitar as micoses
de unhas. Tome nota:
- Secar bem os pés após o banho;
- Evitar o uso do mesmo calçado em dias repetidos;
- Colocar os sapatos em locais arejados após o uso;
- Dar preferência para meias de algodão;
- Evitar andar descalço em locais como praias, piscinas
e vestiários;
- Evitar o uso de calçados apertados;
- Nunca compartilhar materiais de manicure ou pedicure;
- Ao manipular água (louça, limpeza em geral) recomendado
utilizar luvas

Dr. Eduardo Bornhausen Demarch
CRM/SC 19.387
https://www.doutoreduardo.com/

Veja também

As mulheres o tabagismo e a gravidez
Conheça os riscos e livre-se o quanto antes desse hábito nocivo.
Dia Nacional de Combate a Sífilis chama atenção para a doença
O dia 16 de outubro marca a data, mas orientações, testes rápidos e acesso facilitado ao tratamento fazem parte da rotina diária da saúde.
Boletim coronavírus do dia 21 de outubro de 2021
Nas últimas 24 horas foram 25 novos casos e 50 pessoas recuperadas.
Vacinação de adolescentes contra a Covid é retomada em Jaraguá
Quem tiver idade entre 12 e 17 anos pode procurar a Central de Vacinas acompanhado dos pais ou portando declaração que os autoriza a tomar o imunizante.
Boletim coronavírus do dia 20 de outubro de 2021
Nas últimas 24 horas foram 39 novos casos e 43 pessoas recuperadas.