Nasce uma nova liderança política na região

Schiochet surpreende ao somar quase 90 mil votos

1 min para ler 10 out, 18

Fábio Schiochet, 30 anos, obteve sucesso na primeira eleição que  disputou em sua vida. Foi eleito deputado Federal com 87.345 votos  pelo PSL no último domingo (07). Foi uma eleição  histórica para Jaraguá do Sul,  que pela primeira vez elegeu dois deputados federais. O outro eleito é Carlos  Chiodini (MDB).

img_1229

Fábio Schiochet quer lutar pelos valores da família.

O líder em votos para a Câmara Federal na microrregião do Vale do Itapocu é liderança conhecida na região, o emedebista Carlos Chiodini que ultrapassou a marca de 30 mil votos considerando as cidades de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Corupá, Schroeder e Massaranduba. Chiodini foi seguido de perto pelo novato Fabio Schiochet (PSL), que obteve 30.411 votos na região, vencendo o emedebista em Jaraguá do Sul e Schroeder. “Foi uma campanha leve, sem coligação, mas muito trabalhada, tivemos facilidade de entrar na casa das pessoas, levando o nome do Bolsonaro, do Moisés, candidato  a governador. “Minha principal bandeira é a minha região, vou fazer uma ponte entre o governo federal e a região da AMVALI”,  ressalta Schiochet.

Publicidade

feijoada-moa2

Entre as propostas, defende a redução da maioridade  penal, regulamentação do estatuto do desarmamento e o fim da  ideologia de gênero nas escolas. “Mais Jaraguá, menos Brasilia, mais Jaraguá, menos Florianópolis. Há um sentimento de mudança. Quero lutar pelos valores e princípios da família”, salienta. “Agora é hora de por ordem na casa. Hora de dar  segurança. Isso vai gerar uma entrada de capitais no país”, adiciona.

img_1218

O colunista Moa Gonçalves e Fábio Schiochet em visita na Revista Nossa.

Quando questionado sobre a sua vitória com uma campanha ‘franciscana’, que contou com poucos gastos, o deputado revela que o segredo foi a humildade e a simplicidade da sua personalidade. “Fizemos uma campanha diferente, não tive um marqueteiro, não fiz promessa, foi uma campanha enxuta, nas redes sociais e gastamos muita sola de sapato.  Identificamos que o  maior  problema do povo catarinense, e do povo Brasileiro,  é a corrupção. Dinheiro tem, vontade  de trabalhar tem.  A corrupção precisa ser combatida”, defende.

O PSL  elegeu 4 deputados federais e 6 estaduais.