Comunicação Visual aproxima clientes e produtos

Marina Marcolla destaca os novos elementos que compõem a experiência do cliente

2 min para ler 4 jun, 18

O Ponto de Venda (PDV) é o primeiro contato de um produto com o seu consumidor. Dentro de uma loja, ele pode mostrar para quem o procura, o que tem de melhor e o que o diferencia de seus concorrentes. Não basta o produto ser bom, tem que aparecer bem! Mas o que o destaca em meio a tantos similares? Uma boa comunicação com o consumidor é o ponto chave desta pergunta. A proposta engloba propor uma nova atmosfera no PDV, desenvolvendo uma nova dinâmica de consumo, com placas sinalizadoras, acessórios de parede e expositores para destacar e apresentar adequadamente cada linha e tipo de produto. Entre outros elementos trabalhados, um bom enxoval de comunicação visual amarra a narrativa proposta à nova experiência de compra. O planejamento de layout, com técnicas de zoneamento e setorização dos produtos e suas categorias, sempre voltada para a orientação de compras e merchandising, é o primeiro passo para o planejamento da comunicação. O objetivo é fazer a loja conversar com o consumidor.

Publicidade

gif-bread-burguer

Através da curadoria¹, os novos elementos compõem a experiência do cliente, que é conduzido da entrada da loja até a concretização da compra. Dependendo do tipo de atendimento, elaboramos uma solução diferente. Uma loja que visa o autosserviço deve ser capaz de falar com o cliente através de comunicação clara e objetiva, como exemplo, lojas de departamentos. Já uma loja com atendimento dirigido, pode ser mais sutil na comunicação visual, já que a compra será orientada pelo vendedor, como no caso de lojas especializadas. A sinalização da loja pode transmitir uma informação técnica, desconhecida pelo consumidor, ou uma informação para localização, indicando a setorização do espaço.

siglas

Independente do tamanho e segmento do comércio, a comunicação clara e objetiva auxilia o consumidor a se localizar dentro do espaço, que fica mais confortável e propenso a consumir.
Trabalhar a curadoria, apresentando ao cliente, por exemplo, as diferenças entre modelos de produtos e a instrução para a melhor escolha, deixam o cliente mais seguro na hora da compra.
Já tem um comércio? Invista na revisão da comunicação de sua loja, com nova tipografia² e iconografia³ usando desde a sinalização, até peças de atração, engajamento e conversão. Estes recursos são aliados na hora de aumentar o faturamento de sua empresa.

Publicidade

divino-grill

Às vezes, as soluções mais simples e eficientes são difíceis de identificar. A Influenzi – Arquitetura para Varejo traz experiência e inteligência de mercado, para atender a necessidade de cada comércio e alavancar as vendas.

1.Curadoria – Conjunto de ações e elementos que constituem a organização de uma loja.
2.Tipografia – Arranjo ou estilo da composição visual de uma produção gráfica (fonte).
3. Iconografia – Apresentar informações através de imagens.

marina

Marina G. Marcolla
Arquiteta, especialista em Gestão de Negócios, com experiência em arquitetura para o varejo.