Operação do Gaeco cumpre mandados em prefeitura de SC

data 24 de janeiro de 2024

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC)

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) iniciou na manhã desta quarta-feira (24) a operação “Travessia”, que investiga crimes de organização criminosa, corrupção e fraudes em licitações na Prefeitura de Barra Velha, no Litoral Norte de Santa Catarina.

A ação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e pelo Grupo Especial Anticorrupção (Geac) e cumpre oito mandados de prisão e 22 mandados de busca e apreensão.

Os fatos são investigados em procedimento investigatório criminal (PIC) que tramita na Subprocuradoria Geral para Assuntos Jurídicos do Ministério Público. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

As investigações, que tiveram início em fevereiro de 2023, apontam supostos crimes de corrupção, com participação de agentes públicos e empresários, na execução de obras públicas. Em contrapartida, é investigado o recebimento pelos agentes públicos de vantagens indevidas dos empresários contratados, às custas de aditivos em série e medições supervalorizadas.

A deflagração contou com o apoio da Polícia Científica. Os presos serão encaminhados ao Juízo para realização de audiência de custódia. A investigação ainda corre em segredo de Justiça.

Veja também

Desenvolvido por AUIN Tecnologia