Educação: Dr. Vicente quer discutir uso de celular no ambiente escolar

data 8 de fevereiro de 2024

Em todo o mundo, um em cada quatro países possui leis que proíbem o uso de celular nas escolas, como França, Itália, Finlândia, Holanda e Estados Unidos

Na retomada dos trabalhos legislativos, o deputado Dr. Vicente Caropreso  revela que  pretende se envolver no debate sobre a segurança e a qualidade do ensino nas escolas estaduais, especialmente quanto ao uso de celulares por alunos durante a permanência na escola.  

“Precisamos fazer esse debate com a sociedade, ouvir especialistas,  neste  momento em que países, estados e municípios brasileiros estão impondo medidas de restrição. É uma questão que envolve segurança, qualidade do ensino e também a saúde mental dos alunos. É evidente o benefício das tecnologias no processo de educação, mas sem moderação, o uso de celular conectado em redes sociais reduz o desempenho dos estudantes, prejudica a concentração e a interação social no ambiente escolar e fora dele. Desde 2008, há uma lei estadual que proíbe o celular na sala de aula, é uma lei que talvez precise ser revista, já que não trata da sua aplicação”, concluiu o deputado.

No Brasil e no mundo

Em todo o mundo, um em cada quatro países possui leis que proíbem o uso de celular nas escolas, como França, Itália, Finlândia, Holanda e Estados Unidos. Os dados constam em relatório da Unesco. No Brasil, esta semana, a prefeitura do Rio de Janeiro e o governo do Estado de São Paulo colocaram em prática medidas para coibir o uso do celular durante todo o período que o estudante. 

Veja também

Desenvolvido por AUIN Tecnologia