Você sabia? Veja hábitos que detonam o seu carro

Por: Na Carona com Deni Fachini
Foto: Divulgação
Compartilhe

A disparada dos preços nos últimos anos fez com que um número maior de brasileiros adiasse ou até mesmo cancelasse os planos de comprar ou trocar de carro. E, para quem já tem um, a má notícia é que não foram só os valores dos veículos que subiram. Esse movimento de aumento de preços atingiu também o setor de peças, então está na hora de rever alguns antigos costumes para que o veículo dure mais tempo sem manutenção e, em consequência, prejuízos. Confira hábitos que podem detonar o carro e gerar uma conta alta na oficina:

Radiador não é lugar de água

Para ajudar a dissipar o calor gerado pela queima de combustível, o motor usa um sistema de arrefecimento a líquido, mas não estamos falando de água. No reservatório do carro é usada uma mistura de líquido específico de arrefecimento e água desmineralizada, cuja proporção varia conforme a empresa fabricante. Nunca use água da torneira, pois minerais desse líquido acabam oxidando e corroendo o sistema de refrigeração do carro de dentro para fora.

Abuso de embreagem

A dica é para quem tem carro manual: se você para na ladeira e impede o carro de descer controlando na embreagem, acabará desgastando prematuramente a peça. O mesmo serve para quem mantém o pé esquerdo no pedal de embreagem.

Descer embalado

Em descidas prolongadas há o costume de se controlar a velocidade segurando apenas com os freios. A dica de ouro é: use o câmbio para auxiliar na tarefa. Usar apenas o freio fará com que seus componentes superaqueçam e percam eficiência, o que é um risco de segurança.

Rodar na reserva

A maioria dos carros já utiliza uma bomba de combustível elétrica para levar gasolina ou etanol do tanque até o motor. Para lubrificar a operação da bomba, utiliza-se o próprio combustível. Então, quem sempre roda com a luz da reserva acesa poderá perder a bomba mais cedo ou mais tarde, já que não há tanto combustível passando para a lubrificação.

Olha o óleo

Óleo velho oxida, perde viscosidade e deixa de lubrificar o motor. Em última instância, a falta de lubrificação pode causar a falha do motor.

Pneu murcho

A calibragem não é item opcional. Rodar com pneus murchos vai aumentar o consumo de combustível e alterar as características de dirigibilidade do seu carro, o que pode afetar a segurança. O mesmo vale para pneus com pressão demais.

Veja também

Encontrada mulher desaparecida na Praia Brava
O desaparecimento de Simone estava sendo divulgado por amigos
Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Coluna do Moa deste sábado
Um empresário caixa alta da city, depois de ter pulado a cerca vária vezes, ter sido...
Coluna do Moa desta sexta-feira
Aquela figurinha bizarra e arrogante que sequer sabia falar e não disse...
Prefeitura adere ao programa Sebraetec
Cidade será a primeira cidade do Estado a desenvolver o programa, que visa apoiar micro e pequenas empresas.
Cresce o movimento nas farmácias SUS do município
No mês de junho mais de mil atendimentos foram registrados ao dia.