Vamos falar sobre vidros?

Por: Mauren Soder - Soder Engenharia
Foto: Divulgação
Compartilhe

Por esses dias fiz uma vistoria de manutenção predial e me deparei com alguns vidros mal fixados, outros trincados e um vidro especificado em local errado. São tantas as opções de vidros que muitas vezes o cliente não sabe a diferença entre eles. E você, saberia dizer?

O vidro é composto basicamente por areia derretida e componentes que aumentam sua resistência mecânica e química contra esforços e interpéries. Ele é classificado de acordo com o seu isolamento acústico, resistência e controle solar que proporciona.

Ele pode estar classificado como:

 

  • Vidro simples: São os transparentes e possuem um custo mais baixo. Traduzem uma boa visibilidade, porém alta transmissividade de radiação solar para o interior. Uma vez o calor transmitido para dentro, o mesmo encontra dificuldades de sair, sendo acumulado no ambiente interior;
  • Vidro verde ou float: É um vidro conhecido como absorvente. É levemente pigmentado para diminuir a transmissão curta, atenuando o calor da irradiação solar;
  • Vidro Fumê: O objetivo do vidro ou da película absorvente é diminuir a transmissão da onda curta. Contudo, isto é feito com o aumento da absorção nesse comprimento de onda, que diminui a visibilidade e se adapta muito bem aos diversos tipos de iluminação;
  • Vidros refletivos e películas: As películas reflexivas são compostas por uma camada metálica em substrato transparente, produzindo uma aparência de espelho e diminuindo 80% da passagem do calor para o ambiente;
  • Vidro temperado: São vidros submetidos a um processo de aquecimento e resfriamento rápido, tornando-o mais resistente à quebra por impacto. Possui como vantagens a resistência a quebra cinco vezes maior que o vidro comum. Quando quebrado, seus fragmentos são arredondados, considerando o material como seguro. Devido ao risco de acidentes, nunca pode ser usado em fachadas;
  • Vidro Laminado: É constituído por uma ou mais placas de vidro intercaladas por uma ou mais películas de Polivinil Butiral (PVB). Existem dois tipos de laminação no mercado: a simples (vidro + PVB + vidro) e a múltipla (vidro + PVB + vidro + PVB + vidro). A aderência é obtida por tratamento térmico sob pressão para produzir uma placa de vidro de segurança transparente e de cor homogênea. Oferece alto grau de resistência mecânica, servindo como proteção em sacadas, fachadas, teto e coberturas;
  • Vidro Armado: É um vidro impresso translúcido sem cor, no qual é incorporada uma rede metálica de malha quadrada com 12,5mm de lado. Esta tela oferece resistência a perfuração e proteção, pois em caso de quebra os cacos ficam presos na tela, diminuindo o risco de ferimentos. Possui índice de resistência ao fogo.

Contrate um profissional qualificado para realização de seu projeto. Uma especificação de vidro mal sucedida pode gerar acidentes e danos financeiros ao seu imóvel.

A Soder Engenharia realiza serviço de consultoria técnica e fica à disposição.

 

 

 

Veja também

Dia dos Pais: um dia todinho para agradecer e celebrar o amor
Não importa a idade dos filhos, pai é sempre uma referência. Nesta edição eles prestam uma homenagem àqueles que lhe deram a vida e falam um pouco dessa relação e dos momentos que ficam gravados para sempre na memória de cada um.
A coluna do Moa deste sábado já está no ar.
A nossa amiga e profissional da estética, Daiana Ionara está ultimando detalhes para
A coluna do Moa desta sexta-feira já está no ar.
É divertindo ver a briga entre os irmãos, Bruno Gagliasso e Thiago Gagliasso
Uso preventivo de Hidroxicloroquina reduz risco de agravamento da covid-19, reconhece estudo
Pesquisadores lamentam que o remédio tenha sido desacreditado pela comunidade científica
Postos de saúde abrirão aos sábados para campanha de vacinação
Objetivo é facilitar o acesso ao público que não consegue ir até uma dessas unidades durante a semana.