USO DE MEDICAMENTOS E CIRURGIA PLÁSTICA

Por: Estética - Por Dr. Rodrigo Agacy e Dra. Ana Paula Passini
Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

Muitas pessoas  utilizam medicamentos de uso contínuo ou temporário. Antes e depois de cirurgias alguns deles não devem ser tomados como em dias normais e você deve informar seu médico sobre absolutamente todos os remédios que vem tomando assim o médico poderá lhe passar as recomendações para um bom procedimento sem riscos.

No pré-operatório

Por no mínimo 15 dias antes da cirurgia deve-se parar de ingerir medicamentos derivados de ácido acetil salicílico (os mais comum são a Aspirina e Melhoral). Também entram nesse grupo todos os medicamentos contraindicados em caso de suspeita de dengue, eles prejudicam a coagulação e favorecem o aparecimento de hematomas após a cirurgia.

Não usar nenhum tipo de anticoagulante e nem medicamentos à base de vasodilatadores e ervas (como GINKGO BILOBA, CHÁ VERDE, CHÁ BRANCO, ARNICA), pois esse tipo de substância aumenta a circulação do sangue e assim quando feito o corte vai aumentar o volume e frequência do sangramento, dificultando o fechamento e cicatrização.

Todo e qualquer tipo de medicamento para emagrecer deve ser parado de tomar pelo menos 15 dias antes do procedimento, inclusive os diuréticos.

Medicamentos que o paciente é sabidamente alérgico e aqueles que ele teve alguma reação adversa devem ser informados.

No pós-operatório

Após cirurgias é inevitável que se lide com a dor vez ou outra. Para amenizar, os médicos costumam receitar alguns remédios com dosagens e hora certa para ingeri-los. Se a dor estiver muito forte e os remédios e dosagens recomendadas não adiantarem procure seu médico, não vá a farmácia e compre qualquer medicamento sem a prescrição de um médico. Essa não é uma dor como outra, ela surgiu de um procedimento cirúrgico e deve ser lidada com mais cuidado.

Os riscos de trombose e necrose são altos na primeira quinzena após a cirurgia, não volte a tomar o anticoncepcional antes dos 15 dias. Evite qualquer tipo de anticoagulante (a não ser que seja prescrito pelo cirurgião) por pelo menos 21 dias.  Use a meia antitrombo pelo tempo indicado e evite ficar muito tempo se mexer as pernas.

Só retorne aos medicamentos do dia a dia no período de tempo que seu médico indicar. É importante seguir essas orientações para não prejudicar sua saúde e a cicatrização dos seus cortes. Essas regras servem tanto para cirurgias plásticas quanto para de outros procedimentos, cada caso é específico e único então não deixe de informar todos os medicamentos que você toma para o médico, não importa para que fim sejam.

Evite riscos e siga todas as recomendações dadas pelo cirurgião!  Para um bom procedimento com um resultado esperado e sem complicações, é preciso o total diálogo entre médico e paciente. Converse com seu cirurgião e tire todas as dúvidas.

 

 

Veja também

Dia dos Pais: um dia todinho para agradecer e celebrar o amor
Não importa a idade dos filhos, pai é sempre uma referência. Nesta edição eles prestam uma homenagem àqueles que lhe deram a vida e falam um pouco dessa relação e dos momentos que ficam gravados para sempre na memória de cada um.
A coluna do Moa deste sábado já está no ar.
A nossa amiga e profissional da estética, Daiana Ionara está ultimando detalhes para
A coluna do Moa desta sexta-feira já está no ar.
É divertindo ver a briga entre os irmãos, Bruno Gagliasso e Thiago Gagliasso
Uso preventivo de Hidroxicloroquina reduz risco de agravamento da covid-19, reconhece estudo
Pesquisadores lamentam que o remédio tenha sido desacreditado pela comunidade científica
Postos de saúde abrirão aos sábados para campanha de vacinação
Objetivo é facilitar o acesso ao público que não consegue ir até uma dessas unidades durante a semana.
Saúde dá início a mutirão em Jaraguá do Sul
Mais de 24 mil procedimentos, entre consultas, exames e pequenas cirurgias serão feitos até o fim desse ano.