Prefeitura recebe balanças do Programa Saúde na Escola

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, recebeu 30 balanças digitais que serão destinadas às escolas municipais. Nesta quarta-feira o secretário de Saúde, Alceu Moretti e a secretária de Educação, Ivana Atanásio Dias foram até o almoxarifado central conferir o material repassado pelo Programa Saúde na Escola (PSE), do Ministério da Saúde.
O objetivo do PSE em repassar estes equipamentos é acompanhar as medidas antropométricas: peso e altura com cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC) para o crescimento e desenvolvimento saudável do público infantil, prevenindo a obesidade e doenças que acompanham o sobrepeso. O secretário de saúde enfatiza a importância do acompanhamento das crianças pelas escolas municipais para prevenção da obesidade infantil e incentivo à alimentação saudável. “A integração de diversos setores da saúde e educação contribui para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras”, enfatiza.
O PSE está inserido na Diretoria Administrativa Financeira pelo setor de Gestão do Trabalho e Educação Permanente em Saúde. Para a enfermeira, Patrícia Farias, responsável pelo setor, “a aplicabilidade de recursos do Ministério da Saúde para promover a saúde das crianças é uma estratégia de prevenção e promoção à saúde para melhoria de vida da população”.

Programa Crescer Saudável
A nutricionista, Thais Cabral Piotto, da Secretaria Municipal de Saúde, explica que o município de Jaraguá do Sul fez adesão às ações que compõem o Programa Crescer Saudável, pois a obesidade infantil é uma prioridade para a gestão.
As ações que compõem este programa são de prevenção, controle e tratamento da obesidade infantil, considerando os seguintes eixos e desafios:

- Promoção da alimentação adequada e saudável, observando as recomendações expressas no Guia Alimentar da População Brasileira e Guia Alimentar para crianças menores de dois anos;
- Promoção da prática de atividade física aliada às rotinas de lazer, adequadas à faixa etária e às condições físicas da criança;
Mudança de comportamento, considerando as diferentes percepções e motivações para realizar mudanças em sua dieta ou em seu estilo de vida, como reconhecer e transformar hábitos inadequados à manutenção e/ou redução do peso ou modificação do padrão alimentar e incorporação da prática regular de atividade física;
- Ações intersetoriais, com vistas a combinar um conjunto de ações e estratégias que apoiem a provisão de espaços para atividade física e medidas para aumentar a disponibilidade e acessibilidade de alimentos adequados e saudáveis;
- Ampliação do diagnóstico, com o objetivo de intensificar a ação de vigilância alimentar e nutricional, pois um monitoramento eficiente pode ser decisivo na identificação precoce de casos de obesidade infantil e permite o início oportuno do tratamento adequado, com vistas a impedir a evolução da doença e o surgimento de outros agravos crônicos que possam comprometer a saúde e a qualidade de vida da criança;
- Tratamento da obesidade infantil, tendo como base o fluxo contendo as recomendações para o manejo dos casos de excesso de peso infantil dos dois aos dez anos na atenção básica do SUS e o plano de cuidado individualizado a ser prescrito por meio da abordagem multidisciplinar.

Veja também

João Pessoa vence a Taça Jaraguá de Futebol
Competição que substituiu o tradicional Campeonato Varzeano terminou no último sábado.
Prefeitura inaugura nesta quinta-feira nova policlínica
Estrutura irá funcionar anexa à Galeria Park Menel e é fruto de parceria entre a Secretaria de Saúde e a Faculdade Estácio.
Palco itinerante de Natal começa hoje a circular pelas ruas de Jaraguá
Roteiro segue até domingo por todas as regiões da cidade.
Festival de Teatro tem duas noites de apresentações
Ao todo 18 peças serão encenadas entre hoje e amanhã no palco do Pequeno Teatro da SCAR.
Agricultura na Praça divulga o trabalho de produtores locais
Iniciativa distribuiu mudas de hortaliças e serviu para valorizar o trabalho do produtor rural.