Prefeito assina ordem para pavimentação do Morro Boa Vista

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

Na manhã de hoje as autoridades participaram de uma solenidade na Chiesetta Alpina, onde ocorreu a assinatura da ordem de serviço para a pavimentação em concreto armado da JGS 453 – Hilda Spézia – no bairro Boa Vista e assinatura do Projeto de Lei que será encaminhado à Câmara de Vereadores com a proposta de instituir o Parque do Morro Boa Vista.
A pavimentação do acesso ao morro da antena é aguardada há muitos anos pelos praticantes do voo livre, pelas empresas que possuem seus equipamentos no morro e pela comunidade, hoje ainda com limitações para visitar o local, que é um dos principais atrativos turísticos da região. A extensão da obra de pavimentação é de 1.672 metros (percurso da Chiesetta Alpina até o topo, onde ficam as antenas de transmissão e telecomunicação). A empresa que venceu o processo de concorrência Nº 267/2021 – Construtora Fortunato LTDA – será responsável pelos serviços de engenharia, mão de obra, terraplenagem, drenagem pluvial, sinalização viária e serviços complementares. O valor global da proposta ficou em pouco mais de R$ 2,8 milhões. A obra conta com recursos de emenda parlamentar do deputado Carlos Chiodini no valor de R$ 1 milhão. O restante será investido com recursos próprios do município.
O projeto de pavimentação e estudo urbanístico para criação do Parque do Morro Boa Vista foi elaborado pela Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali). Durante a elaboração do projeto, a equipe de engenharia e arquitetura da Amvali também estudou locais estratégicos para a construção de mirantes ao longo do trecho. Devido ao fato de ser uma obra de maior complexidade, considerando a dificuldade de acesso aos caminhões e serviços de execução, na maior parte o traçado segue o alinhamento (greide) existente, de forma a evitar excessivos volumes de cortes, aterros e contenções, proporcionando uma geometria dentro dos parâmetros de segurança, conforto e economia. Todo o projeto contou com a equipe de topografia da Amvali, que atuou no levantamento topográfico, cadastral, altimétrico e perfil longitudinal, além de levantar pontos de escoamento superficial para o melhor dimensionamento da drenagem e exposição de rochas ou deslizamentos que dificultariam as obras naquele local ou necessitariam de adaptação de segurança prevista desde a concepção do projeto. A Amvali também realizou reuniões com as famílias Piazera e Spezia, que doaram suas terras possibilitando, assim, a criação do Parque do Morro Boa Vista. Na solenidade as duas famílias receberam placa de agradecimento pelo ato.
Além de quatro mirantes, o projeto também contempla o cálculo estrutural de contenção, um estacionamento, seis refúgios ao longo da estrada, calçadas e escadaria em uma área total de 10.500 metros quadrados.
Em 2021, após o relatório e parecer final do Consórcio Intermunicipal de Gestão Pública do Vale do Itapocu (CIGAMVALI) sobre “Estudos de Mobilidade do Morro”, que buscou localizar área de interesse público, induzir a organização do condomínio das antenas, concessão de uso da rampa de voo livre e organização de acesso e mobilidade, a área de 231.542,78 metros quadrados foi declarada como de utilidade pública.
Ao se tornar de utilidade pública a área passa a ser protegida, preservada e ter o aprimoramento dos recursos naturais nela contidos, além da implantação racional de projetos turísticos, paisagísticos e de lazer, com ou sem exploração econômica, bem como a regulamentação do uso para instalação e manutenção de antenas receptoras, transmissoras ou repetidoras e equipamentos acessórios, compatibilizando-os com o ecossistema local e objetivando o melhor aproveitamento, utilização ou produtividade das mesmas em benefício da coletividade.
Em seu discurso, Antídio Lunelli ressaltou a importância do investimento na pavimentação da via e a criação do Parque do Morro Boa Vista. “É um orgulho e o resultado do empenho da nossa administração. Este local já é o segundo ponto turístico mais visitado em Santa Catarina, então é uma grande obra. Estamos investindo e fomentando cada vez mais o turismo em Jaraguá do Sul”, destacou.
O deputado federal, Carlos Chiodini lembrou que a pavimentação do acesso ao Morro das Antenas é um sonho antigo. De acordo com ele, por meio de emenda parlamentar foram liberados R$ 3 milhões até agora. “Vamos promover o turismo, o esporte e o lazer e não vamos parar por aqui. Temos que comemorar este momento e já pensar em outros investimentos”, pontuou.

História
O morro das antenas, junto com o Pico Jaraguá e o morro do meio, formam um conjunto de montanhas. De acordo com dados históricos, já na década de 1960 foi instalada a primeira antena de TV no alto do morro, cujo material foi levado de carroça puxada por bois. O acesso ao morro começou a ser melhorado em 1979, para a instalação de repetidoras de tevê e para tornar o local um posto turístico. Em 1980, o acesso foi facilitado com a instalação de uma rampa de voo livre.

Veja também

Coluna do Moa desta quarta-feira
FAISCA Por favor gente, não convide para sentar na mesma os vereadores Jeferson Cardoso e...
Vamos falar sobre vidros?
São tantas as opções que muitas vezes o cliente pode não saber o que fazer no momento da escolha.
Asfaltamento da Rua 13 de Maio deve continuar em breve
Empresa responsável pelo novo trecho já foi conhecida por meio de licitação.
Central de Imunização do Centro fecha mais cedo amanhã
O motivo é a capacitação de rotina da equipe do posto.
Vôlei jaraguaense carimba o passaporte para a Olesc
Time venceu todos os jogos da etapa regional por três sets a zero e passou para a próxima fase.