Postos Mime serão os primeiros do Brasil a operar no sistema de autosserviço

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

Jaraguá do Sul deve ser a primeira cidade do Brasil a ter um posto de combustível que opera no sistema self-service, ou seja, um modelo de autosserviço onde o próprio motorista pode optar por abastecer o veículo, como já acontece em países como os Estados Unidos e em alguns locais da Europa.

A novidade só será possível porque, recentemente, a empresa Mime ganhou através de uma liminar na Justiça Federal o direito de utilizar o sistema. De acordo com os gestores do negócio, o novo formato será implantado gradativamente e, incialmente, funcionará como um projeto piloto em uma das unidades de Jaraguá do Sul, podendo ser replicado, posteriormente, a outras cidades de atuação do grupo. “Essa novidade é motivo de orgulho para nós, pois, mais uma vez, nos posicionamos como uma empresa inovadora. Nós fomos pioneiros em implantar as primeiras lojas de conveniência do Brasil e o primeiro posto de GNV em Santa Catarina é nosso”, destaca o diretor-presidente, Paulo Chiodini.

O diretor de varejo da marca, Gabriel Wulff acrescenta que a mudança gerará uma experiência ainda mais completa ao cliente, já que a ideia é apresentar ao mercado o sistema híbrido, onde cabe ao cliente o poder de escolha. “A transição para o novo formato será gradativa e contará com diversos treinamentos. A mudança deve ocorrer dentro dos próximos meses. O autosserviço garante mais liberdade e agilidade para o consumidor, e, por outro lado, resulta em maior qualidade de vida para os colaboradores, pois será possível estabelecer jornadas de trabalho mais flexíveis”, explica.

Hoje, de acordo com a empresa, a rotatividade no setor é muito grande devido à carga horária que envolve a madrugada, os feriados e os fins de semana. Com o novo formato, alguns postos poderão ter o horário de funcionamento estendido, trazendo ainda mais comodidade para o cliente.

Para ofertar a opção de autosserviço, os colaboradores receberão capacitação e todo o suporte necessário. Muitos deles passarão a atuar, incialmente, como monitores, e, na sequência, como consultores, em funções como a venda de produtos e acessórios nas lojas. “A figura do frentista segue sendo de suma importância para nossa atividade, até porque o cliente terá a opção de escolher. E, em casos como de cadeirantes, gestantes, idosos, ou pessoas que estejam com crianças no carro, por exemplo, ainda será necessário o modelo tradicional de atendimento”, salienta Wulff.

Para os gestores, essa mudança será um marco para o grupo e também para o segmento em geral no país.

 

Sobre o Mime

Atualmente a empresa conta com cerca de dois mil colaboradores e contabiliza 55 postos de combustíveis, espalhados por diversas cidades de Santa Catarina, além de atuação em outras frentes de negócios, através da marca Agricopel. O Mime tem 45 anos de história e, ao longo de sua trajetória, sempre contribuiu para a evolução do setor como um todo, sendo pioneiro em lojas de conveniência e trazendo para Santa Catarina o primeiro posto GNV do Estado.

Veja também

Encontrada mulher desaparecida na Praia Brava
O desaparecimento de Simone estava sendo divulgado por amigos
Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Prefeitura adere ao programa Sebraetec
Cidade será a primeira cidade do Estado a desenvolver o programa, que visa apoiar micro e pequenas empresas.
Cresce o movimento nas farmácias SUS do município
No mês de junho mais de mil atendimentos foram registrados ao dia.
GLOBO é condenada a pagar indenização milionária a ex- apresentadora.
Ela deixou a emissora em janeiro do ano passado.