Polícia Federal realiza operação contra tráfico internacional de drogas em Jaraguá do Sul e região

Por: Revista Nossa Foto:
Compartilhe

Na manhã desta quinta-feira, 10, A Polícia Federal, com apoio da Receita Federal, deflagrou a operação “Shipping Box”, cujo objetivo é desmantelar uma organização criminosa instalada no sul do país voltada ao tráfico internacional de drogas, notadamente por meio da remessa de grandes cargas de cocaína a partir de diversos portos do Brasil.

Segundo a PF, até o momento foram apreendidas seis toneladas de cocaína e oito pessoas foram presas em flagrante.

Polícia Federal/Divulgação

Cerca de 250 policiais estão cumprindo 34 mandados de prisão e 50 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina nas cidades de Joinville, Itapoá, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul, Itajaí, Navegantes, Balneário Piçarras, Barra Velha, Itapema, Canelinha e Criciúma, além de municípios do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro.

Na operação estão sendo sequestrados 68 veículos, 23 imóveis e duas embarcações, além do bloqueio de 30 contas bancárias de vários investigados.

Polícia Federal/Divulgação

Como agia a organização criminosa

Conforme a Polícia, para embarcar as drogas a organização criminosa utilizou várias estratégias, como a cooptação de funcionários dos portos para facilitar a entrada do entorpecente, a criação de compartimentos falsos em caminhões para transporte de traficantes e cargas de drogas para dentro do ambiente portuário e até a criação de empresas de logística de carregamento e transporte de contêineres para atrair a exportação de cargas lícitas que possibilitassem o embarque de cocaína.

Parte das cargas de cocaína que vinham da Bolívia eram inseridas em contêineres a bordo de navios para a Europa, outra parte era pulverizada para abastecer organizações criminosas dedicadas ao tráfico para consumo interno.

Polícia Federal/Divulgação

A PF já detectou, em meio ao tráfico, indicativos de um esquema de lavagem de dinheiro por alguns dos investigados através da constituição de empresas fictícias e aquisição de ativos como ouro e até mesmo de criptomoedas.

Os presos serão conduzidos às sedes da Polícia Federal em Joinville e Itajaí, onde serão interrogados para, posteriormente, serem levados ao presídio regional de Joinville, onde ficarão detidos à disposição da Justiça Federal.

Veja também

Pessoas com 53 anos ou mais já podem vacinar contra Covid
Não esquecer de levar documento de identidade com foto
Jaraguá do Sul volta para o nível gravíssimo de covid-19
A Matriz de Risco Potencial divulgada no sábado (12)
10 Fatos em Foco por Amarido Batista
Fique por dentro das noticias do Brasil e do Mundo 14-06-2021
Cachorro-do-mato é resgatado no Bairro Baependi
O animal estava muito ferido e não sobreviveu
RECONTRATAÇÃO DE EMPREGADO
Discussão comum na esfera trabalhista diz respeito à recontratação de empregado.
Policiais militares flagram acidente de trânsito durante deslocamento para outra ocorrência
A ocorrência foi na madrugada de sábado