PIB do Brasil cresce 1% no primeiro trimestre do ano

Por: Revista Nossa Foto:
Compartilhe

 

      País consegue terceira alta consecutiva no levantamento do IBGE País consegue terceira alta consecutiva no levantamento do IBGE | Divulgação/Agência Brasil

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 1% no primeiro trimestre de 2022, informou nesta quinta-feira, 2, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o levantamento Sistema de Contas Nacionais Trimestrais, o PIB brasileiro, soma dos bens e serviços produzidos no país, cresceu 1% no primeiro trimestre, comparado ao quarto trimestre de 2021, chegando a R$ 2,24 trilhões. Este é o terceiro resultado positivo consecutivo.

Com esse resultado, o PIB está 1,6% acima do patamar do quarto trimestre de 2019, período pré-pandemia do coronavírus, e 1,7% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica nacional, registrado no primeiro trimestre de 2014.

 

Opinião

Fernanda Consorte, economista chefe do Banco Ourinvest, diz ver um comportamento de resiliência da economia brasileira com o resultado do primeiro trimestre, com tendência de desaceleração do índice de inflação nos próximos períodos.

  “Embora seja uma noticia de retrovisor, se trata de um indicador importante que o mercado esperava uma forte alta”, comentou Consorte.

“Em linhas gerais, o primeiro trimestre do ano sugeriu resiliência da economia, sobretudo no setor de serviços, o que tem ainda pressionado a inflação. Porém, a inflação deve começar a responder também ao aumento de juros e devemos ver desaceleração do índice. Essa combinação mostra que o ciclo de aumento de juros no Brasil esta perto do fim.”

Variação do PIB brasileiro desde 2015 | Imagem: IBGE

Destaque para serviços

O crescimento da economia brasileira no período foi puxado principalmente pela alta nos serviços (1%), que representam 70% do PIB do país. Dentro deste nicho, houve crescimento de 2,1% no segmento de transporte, armazenagem e correio.

Por outro lado, a agropecuária recuou 0,9% no primeiro trimestre. “Essa queda foi impactada principalmente pela estiagem no Sul, que causou a diminuição na estimativa da produção de soja, a maior cultura da lavoura brasileira”, destacou Rebeca Palis, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE.

Já na Indústria, houve estabilidade (0,1%). O maior avanço nas atividades industriais veio do segmento de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (6,6%) e a única queda foi com as indústrias extrativas (-3,4%).

Por fim, o consumo das famílias brasileiras cresceu 0,7% no primeiro trimestre do ano, enquanto o do governo permaneceu estável (0,1%).

Veja também

Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Governo de SC não resiste a pressão do Bolsonaro e reduz ICMS da gasolina., energia e comunicações.
Na gasolina, alíquota passa de 25% para 17%, com expectativa de reflexo nas bombas
Jaraguá do Sul é considerada a melhor cidade de médio porte do Brasil
O município é destaque nacional na Revista ISTOÉ.
Cervejaria vai trazer famosos para a Oktoberfest ao estilo dos sambódromos
Depois de dois anos sem Oktober, cervejaria oficial da festa anuncia atrações nacionais e área VIP; ingressos custam R$ 500
Taos é destaque nas concessionárias VW
Cheio de personalidade, ágil e tecnológico, o SUV é aquele carro para toda a família viajar com conforto e segurança.