Nova era na saúde de Santa Catarina

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

O ano de 2021 foi um divisor de águas para a saúde catarinense. Após muita luta, conseguimos com o governo do Estado a tão sonhada atualização dos recursos destinados à saúde de Santa Catarina. O resultado foi a decisão de dobrar os recursos da Política Hospitalar Catarinense, que garantirá repasses mensais para 173 hospitais. O total de recursos saltou de R$ 320 milhões em 2021 para R$ 618 milhões em 2022.

O repasse começa em R$ 50 mil para unidades de porte I e pode chegar aos R$ 2 milhões mensais no caso de hospitais de porte VI. O valor é repassado proporcionalmente à quantidade de atendimentos.

O Hospital e Maternidade Jaraguá, que recebia teto de R$ 450 mil/mês, vai receber R$ 1 milhão/mês neste ano. Já o Hospital São José foi reclassificado e poderá receber do governo do Estado até R$ 1,5 milhão/mês por volume de procedimentos e demais critérios.

Além disso, encaminhei emendas e indicações ao orçamento do Estado para destinar recursos a vários hospitais. São mais de R$ 22 milhões para investimentos e compra de equipamentos. Ao Hospital São José serão destinados R$ 5,2 milhões para equipamentos do centro crúrgico e um novo tomógrafo computadorizado; ao Hospital e Maternidade Jaraguá serão R$ 7,5 milhões para reforma e ampliação do pronto atendimento obstétrico e infantil.

Também está em fase final de tramitação na Secretaria de Estado da Saúde a liberação de R$ 745 mil ao Hospital Santo Antônio, de Guaramirim, para ampliação de salas cirúrgicas e aquisição de equipamentos.

O Hospital Beatriz Ramos, de Indaial, já recebeu R$ 6,6 milhões para a instalação de 10 leitos de UTI, laboratório de análises clínicas e centro de diagnóstico por imagem.

Além disso, está em tramitação o projeto de ampliação do Hospital e Maternidade Rio do Testo, em Pomerode, que também receberá instalação de energia solar; e a destinação de R$ 350 mil ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, em Navegantes, para aquisição de um gerador de energia elétrica.

Outra grande conquista foi a criação da 17ª Regional de Saúde no Vale do Itapocu, que dá autonomia para a região nas decisões sobre saúde pública e reforça nossa luta pelo credenciamento de alta complexidade de cardiologia pelo SUS do Hospital São José, evitando que pacientes tenham que se deslocar para outras regiões para se tratar.

Este ano inicia uma nova era para a saúde catarinense.

Muita saúde a todos!

Veja também

Coluna do Moa desta quarta-feira
FAISCA Por favor gente, não convide para sentar na mesma os vereadores Jeferson Cardoso e...
Vamos falar sobre vidros?
São tantas as opções que muitas vezes o cliente pode não saber o que fazer no momento da escolha.
Asfaltamento da Rua 13 de Maio deve continuar em breve
Empresa responsável pelo novo trecho já foi conhecida por meio de licitação.
Central de Imunização do Centro fecha mais cedo amanhã
O motivo é a capacitação de rotina da equipe do posto.
Vôlei jaraguaense carimba o passaporte para a Olesc
Time venceu todos os jogos da etapa regional por três sets a zero e passou para a próxima fase.