Engetec 35 anos - Aprender com o passado e mirar no futuro

Por: Priscilla Millnitz Pereira Foto: Hermann Image
Compartilhe

 

Engetec Imóveis completa 35 anos de atuação, realizando sonhos e ajudando a fomentar o desenvolvimento local

 

NEGÓCIOS

Orgulho do passado e visão de futuro: Engetec quer continuar fazendo parte do desenvolvimento econômico e social da região

Empresa administrada atualmente por Luiz Sergio pai e Luiz Sergio Junior se reposicionou no mercado e ampliou oferta de serviços, focando na estruturação de operações.

--

Os 35 anos da Engetec vão além da relação de confiança e comprometimento com clientes e parceiros. Esta é uma jornada que está ligada às últimas décadas da história de Jaraguá do Sul, fazendo-se presente no cotidiano de diversos jaraguaenses, seja no caminho para o trabalho, na ida ao supermercado e à farmácia ou no aconchego do lar. Pelos quase 540 km² de território municipal, diversas são as marcas deixadas pela empresa.

O início dessa trajetória foi em 1986, quando o consultor imobiliário, Luiz Sérgio de Assis Pereira, e os engenheiros civis, Edson de Assis Pereira, Geraldo Bavia Junior e Auri Antonio Pavoni viram na cidade uma oportunidade de empreender e prestar um serviço de qualidade no ramo imobiliário, que se destacasse no mercado e atendesse às demandas do momento de expansão econômica que Jaraguá vivenciava. A empresa contou também com a participação e contribuição de José Amaral Pereira Filho (Amaral) e Julio Cesar Maffezzolli.

A atuação da Engetec começou com foco na construção civil. Nesta área, a empresa construiu e entregou edifícios, casas e galpões, e também implantou loteamentos residenciais em Jaraguá e Guaramirim. Em paralelo, entre o segundo e terceiro ano de funcionamento, Luiz Sergio também abriu as portas do empreendimento para a venda e locação de imóveis, que permanece como uma das principais frentes de trabalho da imobiliária até hoje.

A fase como construtora foi encerrada depois de dez anos, mas deixou sua contribuição para o crescimento do município e bem-estar da comunidade. Essa, inclusive, é uma característica que faz parte da essência da empresa: atuar e fazer negócios que estimulem o desenvolvimento e melhorem a qualidade de vida da população como um todo.

Luiz Sérgio (pai), por exemplo, foi um dos fundadores da Associação de Imobiliárias de Jaraguá do Sul e exerceu o cargo de vice-presidente e presidente da entidade. O movimento, segundo ele, sensibilizou o poder público em relação à importância do setor para a cidade e mostrou que a cooperação entre ambos gera excelentes resultados, como novos investimentos, suporte para projetos de planejamento urbano e criação de vagas de trabalho.

“Sempre buscamos entregar um serviço de qualidade e que tivesse um diferencial no mercado, que acrescentasse na vida das pessoas. E, felizmente, conseguimos fazer isso ao longo dos últimos 35 anos”, destaca o gestor da Engetec.

 

Momentos que marcaram os 35 anos

A história da Engetec se divide em quatro principais períodos que, juntos, somam aprendizados, conquistas e metas para o futuro da empresa. Para Luiz Sérgio, a primeira fase marcante é o começo, entre 1986 e fim dos anos 90. “Nesta década conquistamos excelentes resultados como construtora, fizemos projetos, construções e reformas de grandes estruturas, construímos e intermediamos obras para importantes indústrias, ampliamos nossa cartela de locação e venda de imóveis, inauguramos uma unidade filial em Guaramirim e também inovamos ao abrir a Fonetec. O negócio era voltado para o aluguel e administração de linhas telefônicas, algo que era muito difícil de comprar na época”, relata.

Quem mora em Jaraguá do Sul há mais tempo provavelmente se lembra da loja Hermes Macedo, na área central da cidade. O espaço foi intermediado pela Engetec para a vinda e instalação da rede Supermercados Vitória, na época uma das mais importantes do setor supermercadista.  

A partir da segunda década, com a crise econômica que assolava todo o país, a empresa descontinuou as atividades como construtora e focou no serviço imobiliário. “Neste momento, nossa preocupação não era apenas manter a Engetec, mas também atender às expectativas dos clientes e continuar gerando rendimento a eles”, observa Luiz Sérgio.

Em 2006, mais uma virada de chave acontece no empreendimento com a entrada de Luiz Sérgio Pereira Junior, fortalecendo o conceito familiar da empresa e trazendo uma nova visão para os negócios. Nos anos seguintes a Engetec se destacou como líder de vendas para o programa “Minha Casa, Minha Vida” em duas construtoras da região e colheu bons frutos do período de alta do setor imobiliário no Brasil.

De 2016 em diante, inicia-se um processo de reposicionamento no mercado, instigado por Junior. “Hoje, uma das nossas principais frentes de atuação, além da compra, venda e locação de imóveis, é contribuir na gestão patrimonial de ativos, seja empresarial ou familiar”, comenta.

Segundo o assessor de investimentos imobiliários, o serviço de gerenciamento exige confiança e know how, aspectos que apenas o tempo é capaz de proporcionar a um profissional. “As pessoas que gostam de aplicar capital em imóveis buscam saber quais são as demandas do mercado, e nós temos as informações e experiência necessária para analisar o contexto atual e indicar opções de investimento para o cliente naquele momento”, explica Junior.

 

Transição de gestão será natural

A paixão pelos negócios imobiliários está no DNA da família Assis Pereira e não há como negar. Fato que torna a transição de gestão da Engetec um processo natural. O consultor destaca que o exemplo do pai, desde a infância, foi essencial para ele entrar no ramo. “Minha brincadeira preferida era fingir que estava avaliando imóveis, igual o pai fazia. Os imóveis fizeram parte da minha infância. Lembro que meu pai levava a gente para almoçar fora e fazia questão de ir aos lugares mais distantes para parar no caminho e avaliar propriedades, conversar com as famílias. Hoje, essa cena se repete com meus filhos”, declara Junior.

Para Luiz Sérgio, a nova fase da empresa é favorável à mudança. “Embora eu tenha energia para continuar, essa é a hora que ele (Junior) precisa conduzir. Mas, vou continuar atuando como conselheiro nos negócios. Estamos estruturando essa transição para ela acontecer da melhor forma”, avalia.

O fundador acredita que nos últimos anos o filho fez excelentes contribuições não somente para a Engetec, mas em prol do desenvolvimento de Jaraguá do Sul. “Aprendi e sigo aprendendo muito com ele. O Junior chegou com vontade de inovar, trazendo perspectivas diferentes. E eu tenho ampla experiência no mercado. Juntamos tudo isso e formamos um ótimo time, que continuará em harmonia pelas próximas décadas da Engetec”, frisa Luiz Sérgio.

Junior, hoje como um profissional de referência no setor, agradece aos pais pelo aprendizado e valores passados entre as gerações. “Eu e minha irmã fomos criados na base da honestidade e posso dizer que os tempos difíceis da empresa também ajudaram a formar nosso caráter. Crescemos em uma família onde um apoia a outro, sabendo da importância de plantar coisas boas e ter fé”, salienta e prossegue: “sempre estive por perto e, por mais que eu escute cem vezes a história da Engetec, não me canso. Vivemos isso, e é muito gratificante completar 35 anos”, diz Junior.

 

O que esperar do setor imobiliário de Jaraguá do Sul?

Jaraguá do Sul é uma cidade que se destaca pelos altos índices de desenvolvimento econômico e humano. E, na avaliação do gestor Luiz Sérgio, grande parte desta alta qualidade de vida encontrada aqui se deve à cultura associativista fomentada por empreendedores preocupados com a comunidade.

“Isso começou ainda na época da colonização e permanece no espírito das empresas geração após geração. É um legado que torna essa cidade melhor do que qualquer outra. Por isso, penso que Jaraguá tem tudo para continuar sendo um ótimo lugar para viver, criando novas oportunidades e atraindo cada vez mais pessoas competentes, que podem contribuir para um crescimento sustentável”, considera.

Para os próximos anos, Junior aposta em uma diversificação na matriz econômica do município, voltada à tecnologia e saúde, mas mantendo a força da indústria. “Essa mudança irá agregar bons profissionais para a região, que exigem mais serviços e qualidade de vida. Jaraguá já desfruta da estrutura necessária para atender a demanda, mas ainda há o que se desenvolver”, comenta Junior.

O consultor dá o exemplo da PUC e, mais recentemente, da Universidade Estácio de Sá, que trouxeram e ainda trarão alterações de infraestrutura no entorno das unidades. Isso provoca o aumento do número de residenciais, restaurantes, opções de lazer, supermercados, consultórios médicos e lojas, por exemplo. Consequentemente, ocorre uma valorização imobiliária da região, que contribui para o crescimento da cidade e também a torna mais completa para a população. O mesmo vem sendo observado nas proximidades da Via Verde e do Parque da Inovação, áreas que antes não eram tão atrativas para os negócios.

Neste contexto, Junior acredita que um dos papéis do setor imobiliário é ajudar na estruturação de loteamentos e imóveis de alta qualidade, tanto para moradia como para indústria e serviços.

Novidades da Engetec

“O nosso negócio é fazer negócios”. A fala de Junior reflete bem o que se pode esperar da Engetec no futuro. Uma empresa voltada à estruturação de operações, com objetivo de atrair novos investidores para a cidade, mas também com networking sólido para atuar a nível nacional.

Para alcançar essas metas, a empresa conta com duas unidades – uma em Jaraguá e outra em Guaramirim –, 12 colaboradores e uma presença crescente nas redes sociais. A equipe ainda atende em Balneário Camboriú, Piçarras, Barra Velha e Itapema.

Segundo Junior, o avanço das mídias possibilita que hoje a empresa faça negócios virtualmente em 24 cidades de Santa Catarina. “Recentemente também intermediamos vendas em Trancoso (Bahia) e Gramado (Rio Grande do Sul), por exemplo. Nesses casos, a internet é fundamental”, aponta.

A Engetec ainda está participando, em sociedade, da construção de um loteamento em São João do Itaperiú e planeja, dentro dos próximos cinco anos, abrir uma nova unidade no litoral catarinense.

Em Jaraguá do Sul, a empresa acaba de estruturar a venda de um terreno no bairro Santa Luzia para a BTA Aditivos. A indústria é do Oeste do Estado e pretende trazer suas operações para a cidade, além de fomentar a criação de um condomínio industrial no espaço onde se instalará. A obra será um grande start para o desenvolvimento do bairro.

Outra parceria da Engetec é o Grupo Koch. A imobiliária está intermediando a locação e compra de propriedades para o plano de expansão do atacadista em Santa Catarina. A segunda unidade do Komprão em Jaraguá, por exemplo, será em um imóvel com locação estruturada pela Engetec. A inauguração está prevista para o fim deste ano.

A vinda da rede Farmácias São João para o município também tem participação da imobiliária. Quatro unidades devem ser abertas na cidade.

 

A história não termina por aqui

Para o futuro da Engetec, Luiz Sérgio e Luiz Sergio Junior esperam continuar colaborando para o progresso da região e auxiliando clientes em negócios imobiliários, investimentos e manutenção de propriedades, fortalecendo a relação de confiança e oferecendo o melhor atendimento.

“Queremos seguir gerando receita para nossos colaboradores, clientes e empresa. Mas principalmente, queremos contribuir com a felicidade, bem-estar e crescimento da comunidade, das pessoas que somam conosco. Isso sempre foi o norte para nós e continuará sendo. Como empreendedores, precisamos ter um compromisso com o todo, cada vez mais”, declara o fundador da empresa.

“Acredito que seja essencial devolver parte do que Jaraguá nos proporcionou, seja em tempo, conhecimento, ações solidárias. Continuaremos abertos para contribuir com o desenvolvimento urbano e social da cidade”, acrescenta Junior.

 

Depoimentos

 

“A Levmed Planos de Saúde conta desde a sua fundação com a experiência e profissionalismo do Luiz Junior, da Imobiliária Engetec. Obrigado pelo apoio e parceria na hora de buscar o melhor local e espaço para o nosso negócio”, Carlos Cesar Feliponi, diretor da Levmed.

 

“Quero parabenizar os diretores da Engetec por estarem completando 35 anos de sucesso e bons serviços, transformando em grandes negócios quando existem interesses comerciais. Tenho orgulho desta parceria que já completa mais de dez anos”, Alcemir Sardagna, proprietário da Transmagna Transportes.

 

“Os negócios imobiliários acompanhados pela Engetec são seguros, ágeis, tratados com profissionalismo e confiabilidade”, Viviane Cecilia Lunelli e Odair Fabiano Bosse.

 

“A Engetec é uma empresa consolidada, com excelente histórico de trabalho na cidade. Nas oportunidades que tive de ser cliente, sempre fui muito bem atendido. Recomendo a empresa e aproveito para parabenizá-la pelos 35 anos de atividade e serviços prestados a todos”, Carlos Chiodini, deputado federal.

 

“A Engetec é parceira do HSJ, trabalhando, inclusive, voluntariamente quando solicitado e nos auxiliando em tratativas de regularização de matrículas de imóveis inerentes aos projetos da instituição. Somos gratos ao Luiz Sergio e equipe Engetec pela atenção e pronta resposta às demandas”, Mauricio José Souto-Maior, diretor geral do Hospital São José de Jaraguá do Sul.

 

“A confiabilidade, juntamente com a discrição e bons negócios que eles estruturam, são diferenciais que me fazem trabalhar com a Engetec há mais de 20 anos. Conheço as duas gerações da empresa e os parabenizo pelo sucesso. É uma ótima família, que mantém a empresa com qualidade e credibilidade”, Reiner Conrads, proprietário da Bauco Empreendimentos.

 

“O Grupo Menegotti parabeniza a Engetec pelos 35 anos. Temos orgulho da nossa empresa contar com uma equipe de profissionais como vocês, que sonham os nossos sonhos e nos ajudam a realizá-los. Obrigado pela dedicação e empenho, pois o esforço de vocês é fundamental para que os nossos objetivos sejam alcançados”, Pauline Menegotti – CEO Grupo Menegotti.

 

 

“Como sempre relato em minhas declarações, a confiança numa relação de negócios é o que garante uma parceria com maior longevidade. E foi exatamente isso que encontrei na equipe Engetec: uma confiança nas tratativas comerciais, na busca do melhor negócio para o cliente, na ética com as instituições. Esta é uma relação de parceria perdurada pela maturidade, conhecimento e foco com o cliente. Parabéns a toda família Engetec”, José Valter Dornelles, investidor e proprietário da BTA Aditivos.

 

“Realizamos duas negociações com o Luiz Junior e sua família. Em ambas, houve profissionalismo e competência na condução e conclusão das operações. Foi um prazer lidar com pessoas sérias e comprometidas com o desenvolvimento de seus clientes e ajudando a fomentar novos negócios. Sucesso hoje e sempre”, Grupo Koch.

 

“Quero parabenizar a Engetec pelo aniversário e destacar que a empresa é muito parceira nos nossos negócios em Jaraguá do Sul. Já tivemos várias experiências com eles, tanto em negócios imobiliários pela Agricopel, como em operações do Hospital São José. A Engetec sempre participa ativamente e nos ajuda da melhor forma. Parabéns a todos os colaboradores e dirigentes da empresa”, Paulo Cesar Chiodini, presidente do Hospital São José e presidente da Agricopel.

 

"Parabenizo o empresário Luiz Sérgio de Assis Pereira e seus sócios pela trajetória realizada nesses 35 anos de empreendedorismo na área do mercado imobiliário. Nas últimas três décadas muita coisa mudou neste ramo e nós, da Rôgga, tivemos a oportunidade de ter uma boa parceria com a Engetec, proporcionando o crescimento e desenvolvimento de Jaraguá e região. O conhecimento de mercado e o aperfeiçoamento de habilidades só são conquistados com seriedade e experiência, o que encontramos na equipe da Engetec", Vilson Buss, presidente da Rôgga Empreendimentos.

 

ntos

Veja também

Dia Internacional do Idoso será comemorado no Parque da Inovação
Confira programação completa deste domingo.
Prefeitura altera sentido de ruas no bairro Ilha da Figueira
Quem trafega pelas Ruas Raulino Kreis e Antônio José Gonçalves deve tomar cuidado a partir da semana que vem.
Meninas do vôlei de praia seguem no estadual
De acordo com técnico, dupla tem condição de brigar pelo pódio na fase final.
Prefeitura e IPHAN estudam destino do recurso remanescente do TAC Rio da Luz
Termo de Ajustamento de Conduta prevê investimentos em ações de manutenção e valorização dos bens culturais.
Praça no Nova Brasília é revitalizada
Espaço ganhou novos bancos, piso de paver e iluminação de led.