Diretor de hospital é convocado para explicar situação do PA Infantil

Por: Revista Nossa Foto: Tiago Rosário/CMJS
Compartilhe

Os vereadores de Jaraguá do Sul estão convocando o diretor do Hospital Jaraguá, Sérgio Luís Alves, para prestar esclarecimentos sobre o trabalho realizado no Pronto Atendimento Infantil da instituição. O requerimento com o convite foi aprovado por unanimidade na sessão desta terça-feira na Câmara Municipal. A matéria é de autoria do líder de governo, Luís Fernando Almeida (MDB), e assinada também pelos vereadores, Ademar Braz Winter (PSDB), Anderson Kassner (PP), Jair Pedri (PSD), Jeferson Cardozo (PL), Jonathan Reinke (Podemos), Onésimo Sell (MDB) e Osmair Luiz Gadotti (MDB).

A intenção é que o diretor traga os números do Hospital Jaraguá sobre as despesas, os investimentos, o corpo clínico à disposição da população, a demanda por atendimento infantil e sobre os demais serviços prestados. Luís Fernando Almeida explica que a convocação de Alves ao Legislativo foi motivada pelas inúmeras reclamações recebidas pelos vereadores jaraguaenses no último final de semana. Segundo ele, moradores do município tiveram que esperar várias horas por um atendimento para seus filhos na ala pediátrica.

O líder do governo ressaltou que a prefeitura jaraguaense repassa ao Hospital Jaraguá milhões de reais todos os anos para que a instituição possa oferecer os seus serviços à sociedade e que, por isso, não é admissível que essa situação ocorra. Ele lembra que o Executivo municipal tem feito a parte dele na área da saúde, através da compra de 800 consultas pediátricas mensais, ampliação de atendimento nos postos de saúde e investimentos nas unidades hospitalares, mas também adverte que os hospitais precisam dar respaldo às demandas da comunidade, principalmente nos períodos da noite e dos finais de semana.

Almeida foi propositor do requerimento que convida o diretor da unidade.

“Nós vamos trazer esse debate para dentro da Casa de Leis, juntamente com o diretor do Hospital Jaraguá, para que a gente possa ter uma solução o mais rápido possível”, avisou Almeida.

Jeferson Cardozo foi um dos parlamentares que receberam reclamações de munícipes entre o sábado e o domingo da última semana. O vereador relata que visitou o Pronto Atendimento do Hospital e encontrou pessoas esperando na fila por mais de 10 horas. Segundo ele, enfermeiras e funcionários estavam sem realizar as refeições por conta da grande demanda. Cardozo afirma que entrou em contato com Sérgio Luís Alves e que o gestor reconheceu as falhas graves no atendimento. “Mais de 20 mensagens de pais de família cansados, mais de 10 horas esperando atendimento no Hospital Jaraguá, isso não tem cabimento. É uma falta de respeito e a gestão do hospital reconhece isso também, mas nós temos que achar uma solução”, afirmou Cardozo.

Sérgio Luís Alves também visitou à Câmara em 2018 para apresentar os trabalhos do Hospital.

Jeferson ainda propôs que a instituição informe aos pacientes através dos telões presentes no Pronto Atendimento todas as informações relativas ao serviço que está sendo prestado, como a quantidade de profissionais que estão atendendo, os nomes dos médicos, os horários de escala, qual é o tempo estimado para ser atendido, entre outros dados.

O presidente da Câmara, Jair Pedri (PSD) salientou que é preciso reconhecer a qualidade dos hospitais de Jaraguá do Sul e o bom serviço prestado por eles. Porém, ele também admitiu que algumas situações são inaceitáveis. Pedri também foi chamado por moradores do município no final de semana para averiguar os problemas na fila de espera do Pronto Atendimento do Jaraguá. “No domingo tinham mais de 60 pessoas na fila”, relata. Para o presidente, grande parte dos problemas podem ser reparados com melhorias na gestão hospitalar da entidade.

O encontro entre o diretor, Sérgio Luís Alves, e os vereadores será realizado durante sessão ordinária da Câmara Municipal. A data ainda será definida.

 

Veja também

Encontrada mulher desaparecida na Praia Brava
O desaparecimento de Simone estava sendo divulgado por amigos
Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Coluna do Moa deste sábado
Um empresário caixa alta da city, depois de ter pulado a cerca vária vezes, ter sido...
Prefeitura adere ao programa Sebraetec
Cidade será a primeira cidade do Estado a desenvolver o programa, que visa apoiar micro e pequenas empresas.
Cresce o movimento nas farmácias SUS do município
No mês de junho mais de mil atendimentos foram registrados ao dia.