Desemprego está no menor nível desde o fim de 2015

Por: Revista Nossa Foto:
Compartilhe

 

Durante a pandemia, houve o pior registro da série do indicador             O Brasil está com 10,5% de desocupados O Brasil está com 10,5% de desocupados | Foto: Reprodução/Mídias sociais

Realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desocupação ficou em 10,5% no trimestre encerrado em abril de 2022. O número mede o desemprego no país e está em seu menor nível desde o trimestre terminado em fevereiro de 2016 — que teve início em dezembro de 2015 —, quando o indicador fechou em 10,3%.

LEIA TAMBÉM:

  • Bahia e Pernambuco lideram desemprego no 1º trimestre

 

Mensalmente, o IBGE compila dados de três meses para compor o índice. A série histórica tem início no trimestre encerrado em março de 2012, com 8% de desocupados. Entre outubro e dezembro de 2013, o indicador fechou em seu menor nível: 6,3%.

No fim do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), em agosto de 2016, a taxa de desocupados estava em 11,9%. Em janeiro de 2019, quando o presidente Bolsonaro assumiu, o desemprego medido pelo IBGE marcava 12,2%. No mês de dezembro do mesmo ano, antes da pandemia por covid-19, o índice retraiu para 11,1%.

  Porém, em meio à disseminação do coronavírus no Brasil e às medidas de restrições impostas no país durante a propagação da doença, o desemprego chegou ao pico 14,9%, registrado nos trimestres terminados em setembro de 2020 e março de 2021.

Veja também

Encontrada mulher desaparecida na Praia Brava
O desaparecimento de Simone estava sendo divulgado por amigos
Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Prefeitura adere ao programa Sebraetec
Cidade será a primeira cidade do Estado a desenvolver o programa, que visa apoiar micro e pequenas empresas.
Cresce o movimento nas farmácias SUS do município
No mês de junho mais de mil atendimentos foram registrados ao dia.
Grupo Pró Empresa traz desburocratização na abertura de empresas
Em 2019, a média era de oito dias para abrir uma empresa em Jaraguá. Atualmente isso é possível em pouco mais de dois dias.