Câmara de Vereadores realiza Sessão Solene em homenagem à colonização de Jaraguá do Sul

Por: Revista Nossa Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

A Câmara de Vereadores realizou nesta terça-feira (23), Sessão Solene em homenagem à colonização de Jaraguá do Sul.

A sessão faz parte do calendário de eventos alusivos ao aniversário do município e teve a participação de diversas autoridades.

Neste ano foram homenageadas as entidades étnicas que mantém vivas as tradições das cinco etnias que colonizaram Jaraguá do Sul: afrodescendentes, italianos, alemães, húngaros e poloneses. Uma forma de reconhecimento ao trabalho dos grupos para a manutenção da história e da cultura destes povos.

Em seu discurso, o presidente do Legislativo Municipal, Marcelindo Carlos Gruner, ressaltou a necessidade de preservação da história. “Temos como dever, preservar estas diferentes culturas. Passar esses valores de geração em geração. Isso é patrimônio histórico. É olhar para o futuro sem esquecer do passado”, frisou ele.

O prefeito Antídio Lunelli também falou da importância histórica da colonização. Citou as dificuldades do passado e a diversidade cultural presente em Jaraguá do Sul nos dias de hoje. “É um orgulho ser parte de uma dessas etnias e compartilhar com outras a construção de nossa querida Jaraguá do Sul”.

Falando em nome dos homenageados, Heliomar Schwambach, presidente do Centro de Cultura Neue Heimat – a entidade mais antiga criada no município –, frisou os desafios dos colonizadores ao chegarem em Jaraguá do Sul e os avanços conquistados ao longo do tempo. Ao mencionar o trabalho das entidades étnicas, chamou todos os presidentes para estarem ao seu lado no plenário. “Essa noite é muito importante, pois nos permite colocar o que sentimos e porque nós trabalhamos para a manutenção da cultura”.

A história

Os afrodescendentes foram os primeiros a chegar em Jaraguá do Sul. Vieram com Emílio Carlos Jourdan. Em 1890, chegaram os italianos e os alemães. Em 1891 os imigrantes húngaros, diretamente da Hungria para cá e em 1912 foi a vez dos poloneses.

A primeira entidade criada em Jaraguá do Sul foi o Centro Cultural Neue Heimat, em 1988. Na sequência, o Círculo Italiano de Jaraguá do Sul (1991), Liga dos Grupos Folclóricos de Jaraguá do Sul (1993), Associação Húngara de Jaraguá do Sul (1996), Centro de Cultura Alemã (1997), Associazone Bellunesi Nel Mondo Famiglia Jaraguá do Sul (2000), Movimento de Consciência Negra do Vale do Itapocu – Moconevi (2001), Associação da Cultura Polonesa de Jaraguá do Sul (2002), Comunidade Negra de Jaraguá do Sul – Conejas (2004) e Circolo Trentino Di Nereu Ramos (2008).

Os homenageados

Etnia alemã

Centro Cultural Neue Heimat - Com o intuito de realizarem um antigo sonho, a criação de um Grupo de Danças Folclóricas Germânicas, reuniram-se jovens em 1988 e fundaram o grupo nascente das Tradições Germânicas, futuro Neue Heimat Tranchtengruppe. Desta união surgiu o Centro Cultural Neue Heimat, desenvolvendo várias atividades ligadas a cultura ancestral dos imigrantes alemães. Presidente Heliomar Schwambach

Centro de Cultura Alemã - Com a finalidade de congregar, difundir e preservar as tradições e a Cultura Alemã, foi criado em 1997, o centro de cultura Alemã de Jaraguá do Sul. Hoje, parte importante do patrimônio cultural da cidade, pois mantém várias atividades sociais, artísticas e culturais. Presidente Ivo Oeschsler.

Liga dos Grupos Folclóricos de Jaraguá do Sul - Fundada em 1993, tem como objetivo a integração entre os Grupos folclóricos de Jaraguá do Sul, bem como, a preservação da originalidade de seus trabalhos. Presidente RúbiaTorres. A Liga representa os grupos folclóricos: Grünes Tal; Neue Heimat volkstanzgruppe; Regenwalde Trachtengruppe; Sünnros Volkstanzgruppe e Norden Tal.

Etnia Polonesa

Associação da Cultura Polonesa - Constituída em 2002 com objetivo de manter vivas e resgatar as tradições, costumes folclóricos e religiosos dos descendentes de poloneses, através do ensino do idioma, encontros gastronômicos e do canto com o coral Polonês “Orzel Bialy”. Presidente Wilhelm Guido Borowicz.

Etnia Húngara

Associação Húngara de Jaraguá do Sul - Para resgatar e manter o patrimônio cultural legado pelos imigrantes húngaros, através da culinária, da religião, da música e do folclore, surgiu em 1996 a Associação Húngara de Jaraguá do Sul. Presidente Alfredo Pinter.

Etnia afrodescendente

Movimento de Consciência Negra do vale do Itapocu – o Moconevi foi criado em 2001 para desenvolver e difundir a produção artística da Cultura afrobrasileira em Jaraguá do Sul, interagindo com as demais etnias que formam a comunidade cultural, assegurando o desenvolvimento humano da cidade. Presidente Luis Fernando Olegar.

Comunidade Negra de Jaraguá do Sul - Com objetivo de conquistar espaço na sociedade, combatendo o racismo e gerando mais oportunidades para a população Negra, foi criado no ano de 2000 a Conejas. Presidente Juarez Gomes.

Etnia italiana

Círculo Italiano - Preservar os costumes através do idioma, da música e da culinária, legado pelos imigrantes italianos, tem sido a atividade desenvolvida pela comunidade descendente. Presidente José Dalmarco Filho.

Associação Bellunesi Nel Mondo - Entidade sem fins lucrativos que visa reunir os descendentes de imigrantes italianos, provenientes da região de Belluno na Itália. Realiza eventos, viagens e festas com intuito de promover o encontro entre pessoas que se identificam com a associação, sejam elas descendentes ou não de Italianos. Presidente Odila Pavanello Brugnago.

Circolo Trentino de Nereu Ramos - Com objetivo de defender causas relacionadas aos direitos humanos, direitos de grupos minoritários étnicos, assim como outros direitos difusos e coletivos, como as associações beneficentes em prol de grupos socialmente desfavorecidos, responsáveis pela distribuição de cestas básicas à comunidade carente. Destaca se também nas organizações ligadas à cultura e à arte. Presidente Ulisses Danna.

Veja também

Tá confirmado! É namoro e pelo visto dos mais firmes o que vem rolando entre
CONFIRA A COLUNA DO MOA DESTA QUARTA-FEIRA
Vicente Caropreso entrega caminhonete aos Bombeiros de Jaraguá do Sul
Emenda de R$200 mil melhora as condições operacionais da corporação de voluntários.
PROPRIEDADE INDUSTRIAL
Confira o que diz o d advogado Marcos Roberto Hasse.
A 13ª Festa do Champagne, o evento mais feminino de Santa Catarina, será realizada no dia
CONFIRA A COLUNA DOMOA DESTA TERÇA-FEIRA-19-10
Fatos em foco com Amarildo Batista
Fique por dentro das noticias do Brasil e do mundo 19-10
Um encontro de amigos num edifício chiquérrimo da city terminou em baixaria na
CONFIRA A COLUNA DO MOA DO FIM DE SEMANA