Câmara apela por acolhimento a mulheres com dependência química

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

Foi aprovada hoje, em sessão na Câmara Municipal, uma moção que apela à prefeitura de Jaraguá do Sul pela implementação de um serviço público que atenda a mulheres com dependência química. A moção é de autoria das vereadoras e procuradoras da mulher, Nina Santin Camello (PP) e Sirley Schappo (Novo), em conjunto com o presidente do Legislativo, Jair Pedri (PSD).

Na matéria, eles pedem ao Executivo municipal ações específicas para o acolhimento e tratamento de mulheres com dependência de álcool e de droga. Os parlamentares afirmam que a cidade dispõe desse serviço somente para homens com dependência, mas não para o público feminino.

O texto da moção argumenta que as drogas têm consequências devastadoras para a saúde física, emocional e social das pessoas. A vereadora Nina também lembrou, durante a sessão, que o consumo de bebida alcoólica entre as mulheres aumentou muito nos últimos anos, inclusive em decorrência da pandemia de Covid-19. Ela ainda afirma que o vício pode agravar os casos de violência doméstica. A parlamentar explica que a ideia da moção é que a prefeitura disponibilize o atendimento às mulheres ou por meio da compra de serviços em instituições privadas ou através de qualquer outra ação. “Precisamos dar uma atenção especial ao problema”, frisou.

A moção foi aprovada por unanimidade e enviada ao Executivo para análise do prefeito, Jair Franzner.

 

Veja também

Encontrada mulher desaparecida na Praia Brava
O desaparecimento de Simone estava sendo divulgado por amigos
Dono de construtora de Balneário Camboriú é executado dentro de loja
Ele foi morto a tiros e polícia acredita que pode ter sido um latrocínio    
Coluna do Moa deste sábado
Um empresário caixa alta da city, depois de ter pulado a cerca vária vezes, ter sido...
Prefeitura adere ao programa Sebraetec
Cidade será a primeira cidade do Estado a desenvolver o programa, que visa apoiar micro e pequenas empresas.
Cresce o movimento nas farmácias SUS do município
No mês de junho mais de mil atendimentos foram registrados ao dia.
GLOBO é condenada a pagar indenização milionária a ex- apresentadora.
Ela deixou a emissora em janeiro do ano passado.