Blefaroplastia: cirurgia plástica das pálpebras

Por: Estética - Por Dr. Rodrigo Agacy e Dra. Ana Paula Passini
Foto:
Compartilhe

Nos dias atuais, em que a aparência é cada vez mais valorizada no dia-a-dia e a face é o cartão de visita das pessoas, investe-se muito em tratamentos cosméticos e procedimentos para melhora da qualidade da pele, diminuição de manchas, acne e rugas de expressão. Porém, quando há excesso de pele ela precisa ser retirada.

Quando esse excesso se dá nas pálpebras ele se chama blefarocalásio. Tal alteração é representada pelo excesso de pele e bolsas de gordura nas pálpebras superiores, inferiores ou em ambas. Algumas vezes o blefarocalásio atrapalha a visão e a pessoa, por instinto, tende a contrair a musculatura da região frontal para compensar, mantendo constantemente suas sobrancelhas elevadas e promovendo um aumento das rugas na região da testa. Nesses casos o tratamento é cirúrgico e se chama blefaroplastia.

A blefaroplastia é uma cirurgia que tem como objetivo remover o excesso de pele, bolsas de gordura e parte das rugas das pálpebras superior e inferior, que fazem o olhar apresentar um aspecto triste e cansado. Geralmente é realizada após os 30 anos. As incisões cirúrgicas são feitas em regiões que as tornam praticamente imperceptíveis – na pálpebra superior é feita no sulco palpebral e na inferior logo abaixo da implantação dos cílios.

É uma cirurgia bastante procurada tanto por homens quanto por mulheres e, por se tratar de procedimento ambulatorial, pode ser feita sob anestesia local ou com anestesia local associada à sedação e o paciente recebe alta hospitalar no mesmo dia.

Os pontos são retirados entre cinco a sete dias após a cirurgia, as equimoses (manchas roxas) geralmente somem já na segunda semana e o uso de maquiagem fica liberado após uma semana. As atividades físicas leves poderão ser feitas após 10 dias e, após 30 dias, o paciente poderá desenvolver suas atividades habituais apenas com a restrição de exposição ao sol, utilizando sempre bloqueadores solares, após esse período os inchaços terão diminuído praticamente por completo.

Os resultados definitivos quanto à maturação da cicatriz e acomodação de tecidos são considerados após 12 meses de cirurgia.

Veja também

Coluna do Moa desta quarta-feira
FAISCA Por favor gente, não convide para sentar na mesma os vereadores Jeferson Cardoso e...
Coluna do Moa desta terça-feira
Vamos falar sobre vidros?
São tantas as opções que muitas vezes o cliente pode não saber o que fazer no momento da escolha.
Asfaltamento da Rua 13 de Maio deve continuar em breve
Empresa responsável pelo novo trecho já foi conhecida por meio de licitação.
Central de Imunização do Centro fecha mais cedo amanhã
O motivo é a capacitação de rotina da equipe do posto.