AGORA É LEI - Academias são reconhecidas como prestadoras de atividades essenciais

Por: Revista Nossa Foto:
Compartilhe

 



A lei estabelece academias de musculação, ginástica, natação, hidroginástica, artes marciais e demais modalidades esportivas como essenciais à saúde 

 



O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Aleixo Lunelli sancionou, nesta terça-feira (4), a Lei Nº 8.631/2021, que reconhece a prática da atividade física e do exercício físico como essenciais para a população de Jaraguá do Sul em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade.

A lei estabelece academias de musculação, ginástica, natação, hidroginástica, artes marciais e demais modalidades esportivas como prestadoras de atividades essenciais à saúde, mesmo em período de calamidade pública e moléstias contagiosas. 

Na prática, mesmo em estado gravíssimo, estabelecimentos desta natureza podem operar, adotando-se as regras sanitárias e medidas que evitem a propagação de doenças, de acordo com a gravidade  da situação. A Lei ainda estabelece que as normas sanitárias, de restrições e de segurança pública seguirão critérios técnicos e científicos e cita a limitação de número de pessoas nos espaços.

Para a secretária de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Natália Lúcia Petry, o esporte se faz importante neste momento, não só para a manutenção da forma física, mas também para diminuir o desgaste mental causado pela pandemia. “Seguindo as regras de distanciamento, devemos incentivar a prática de esportes, principalmente ao ar livre”, explica.

Veja também

Pessoas com 53 anos ou mais já podem vacinar contra Covid
Não esquecer de levar documento de identidade com foto
Jaraguá do Sul volta para o nível gravíssimo de covid-19
A Matriz de Risco Potencial divulgada no sábado (12)
10 Fatos em Foco por Amarido Batista
Fique por dentro das noticias do Brasil e do Mundo 14-06-2021
Atletas jaraguaense conquistam medalhas no Troféu Brasil de Atletismo
A competição ocorreu no final de semana
Confira a Coluna do Moa
Jaraguá do Sul - SC - Sexta-feira.
Liberada vacina contra a covid-19 para pessoas com 56 anos
Levar documentos de identidade com foto