Reforma

O planejamento é a chave do sucesso

1 min para ler 7 jun, 17

Quando planejamos uma reforma o número de itens que necessita manutenção parece não acabar nunca, e as pessoas esquecem de estipular um limite financeiro e uma meta a alcançar.

projeto-reforma

A reforma surge da necessidade de melhorar o que não foi feito quanto a construção ficou pronta, devido à parte dos acabamentos ser a mais cara, os clientes acabam optando pelo produto mais barato afim de finalizar sua obra. Anos depois a insatisfação com esses acabamentos surge e o cliente decide reformar, ou mesmo, da deterioração dos materiais e simples necessidade de substituição.

O primeiro passo começa com uma definição do resultado e um projeto a seguir. É importante a contratação de um profissional que projete a reforma e emita o Laudo de Responsabilidade Técnica pelo serviço, que traz segurança nas modificações construtivas além de tornar a reforma legalizada. E que vai estudar as viabilidades, e elaborar um projeto de acordo com as necessidades e desejos de cada cliente.

piso-sob-piso

Um dos itens que o cliente mais está insatisfeito quando decide reformar é o piso, pisos e paredes com o tempo acabam desgastando-se, além de que as tendências de cores e acabamentos de cerâmicas e porcelanatos estão em constante mudanças.

Antigamente para renovar pisos era necessário primeiro a retirada de todo revestimento aplicado, o que gerava um alto custo financeiro, devido a mão-de-obra necessária para retirada, e resultava em um grande volume de resíduos o que eleva o custo desta substituição.

Publicidade

jeanita-site-750-x-180-1

Uma técnica muito utilizada é a colocação de “pisos sob pisos”, a aplicação de revestimentos novos sob os antigos, mas que também exigem alguns cuidados especiais:

– Deve ser considerado que o novo revestimento aumentará a altura ou a espessura da base onde será assentado, o que pode resultar em substituição de soleiras e também em ajustes em portas;

– O revestimento existente deve estar bem aderido e plano e não pode haver peças soltas para uma perfeita colocação e a aplicação deve ser feita na base antiga e na nova, e na medida que vai sendo colocado já deve ser limpo a nova superfície.

 

jeanita

Jeanita Bonato
Arquiteta e Urbanista Eixo 11 Arquitetura