Por onde anda Ivo Konell?

Em bate papo com a Revista Nossa, político revela planos para o futuro

3 min para ler 7 mar, 18
Publicidade

mariamarta-mobile

“Quero coroar minha vida pública sendo novamente prefeito de Jaraguá”. O recado, vindo do sempre firme Ivo Konell, vem para silenciar os desavisados que por algum instante acreditaram que ele abandonaria a política após a perda nas últimas eleições municipais em Jaraguá do Sul. Com 50 anos de atuação na política, a família dos Konell ainda têm força no cenário local e nem mesmo uma série da fatores contrários a uma nova candidatura é capaz de afastar o desejo de quem sempre teve um carinho imenso pela cidade e tem no planejamento, pulso firme e espírito de liderança suas principais características.

017-revista

Longe dos holofotes? Ivo Konell permanece em plena atividade política dentro do PSB e olha com esperança para o futuro, montando as bases para uma candidatura a prefeito em 2020.

“Atualmente o cenário político está um caos e sei o quanto isso afeta a imagem de quem se propõe a trabalhar na gestão pública, no entanto acredito que o Brasil tenha solução e sonho com um governo do qual possamos nos orgulhar”, analisa. Tarimbado para isso ele afirma ser e o currículo é extenso. Atualmente Ivo é presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Jaraguá do Sul, mas já foi prefeito na legislatura de 1989 a 1992 e por duas vezes ocupou cadeira na Assembleia Legislativa catarinense. Além disso, a esposa, Cecília Konell, também governou a cidade entre 2009 e 2012 sob a chancela de Ivo.

Publicidade

gif-bread-burguer

A última empreitada foi nas eleições de 2016 para a prefeitura, quando ficou em segundo lugar. Desde então, ele é taxativo: “a pergunta que eu mais ouço é quando irei voltar a disputar um cargo”. Ivo conta que é raro sair de casa sem que alguém o aborde, seja para questionar a respeito do seu futuro político, para reclamar do governo atual ou elogiar alguma ação do tempo em que comandou a prefeitura. “É um retorno extremamente positivo e me faz sentir orgulho do trabalho realizado”, argumenta.

ui

Há 50 anos na política, Ivo Konell não dá bola para a imagem desgastada dos governantes no Brasil, passa por cima de críticas, perdas e injustiças sofridas pela família em mandatos anteriores e não nega que voltar ao paço municipal também seja um pouco de vaidade.

Acostumado a liderar desde o período anterior à política, quando atuava na área de vendas, ele lida de forma simples com a tarefa de trabalhar para uma população inteira. “É reclamar menos e buscar soluções. Obviamente nunca passamos por uma crise tão complexa no país, mas dificuldade financeira é um problema que todo governante enfrenta e é nesses momentos que a capacidade política entra em cena”, alfineta. Ivo gosta de enumerar os feitos dos oito anos em que a família Konell esteve no poder para comprovar o que fala a respeito de liderança e força política. “Mais de 70% de todas as grandes obras que estão aí foram feitas por mim e pela Cecília. A receita é simples e exige planejamento, uma boa base de secretários e a valorização dos servidores públicos”, ensina. Na época o mandato de prefeito lhe valeu até um apelido divertido: “Ivo Pontes”. Até hoje ele se diverte com o assunto e volta a ressaltar sua preocupação com a mobilidade urbana.

Publicidade

mobile_corpoativo_290x190px

“Daqui uns anos, se nada for feito, a cidade simplesmente vai parar. Caso seja eleito já tenho projetos de novas pontes e elevados sobre os trilhos de trem para evitar o sufoco em alguns horários”, frisa. O político também pretende investir em uma nova prefeitura para melhorar a condição de trabalho de todos, entre outras medidas que já estavam no plano de governo das últimas eleições e que ele pretende melhorar até o próximo pleito. Enquanto não chega o momento de enfrentar as urnas novamente, Ivo segue cumprindo agendas pelo partido e permanece em contato com a população, ouvindo seus anseios e buscando maneiras de ajudar. Neste ano deve se envolver na candidura da filha, Fedra Konell, à câmara estadual para, em seguida, reforçar as bases do partido em prol das eleições municipais. “Estamos buscando pessoas interessadas em disputar uma vaga para vereador. Quero usar minha experiência também para formar sucessores na política. É o que gosto de fazer e não pretendo me afastar totalmente nunca”, encerra.