O ritmo da Kizomba

Um pouco de Angola para o mundo!

1 min para ler 10 fev, 18

Kizomba é um género musical e um estilo de dança originários de Angola, erradamente confundido com o zouk, devido ao ritmo ser muito semelhante.

maxresdefault_kizomba

Publicidade

gif-bread-burguer

Origens
Nas décadas de 1950 e 1960, em Angola, dançava-se nas grandes farras, (conhecidas como kizombadas) muitos estilos musicais tipicamente angolanos, como o merengue angolano, o semba, a maringa e o caduque (que deu origem à rebita). Em Portugal a palavra kizomba é usada em termos de marketing para qualquer tipo de música derivada do zouk, mesmo que não seja de origem angolana. De notar que muitos angolanos e muitos cabo-verdianos não apreciem o fato de que qualquer música baseada no zouk seja chamada de kizomba. Para muitos angolanos, a palavra kizomba deveria restringir-se à forma pura da música e da dança praticada por angolanos, geralmente cantado em português. Ocasionalmente pode conter elementos musicais do semba.

Estrutura musical
A kizomba é normalmente marcada por uma batida forte em ritmo 4/4, dado por um tambor grave como o surdo, acompanhado por uma melodia dada por um prato de choque. Na introdução e durante as pontes, a batida forte é muitas vezes omitida, ficando apenas a melodia dada pelo prato de choque e pelos outros instrumentos da bateria.

Publicidade

2obanner_vallsa_360x344px

Kizomba pelo mundo
Hoje em dia a kizomba tem tido muita adesão de europeus e americanos e há uma tendência muito grande de angolanos profissionais na arte de dançar kizomba. Estes emigram para essas partes do planeta por causa das oportunidades de emprego na área de docência nas escolas de dança, por ser um gênero de dança específica.

omar-147x300

Omar Forte
Professor de Educação Física
Especialista em Gerontologia /Mestrando Ciência do Movimento Humano, Professor de Dança e
Dançarino da Escola Dançar A2, Personal Trainer Grupos Especiais