Cresce número de oportunidades de trabalho para para PCDs

Segundo os dados da Relação Anual de Informações Sociais, 403,2 mil pessoas trabalham formalmente

1 min para ler 11 out, 17
Publicidade

tellesmobile

A deficiência não precisa ser um obstáculo para o sucesso. Quase 24% da população brasileira é composta por pessoas que possuem algum tipo de deficiência. De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 45 milhões de Pessoas com Deficiência (PCDs). Segundo os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) 2015, divulgada pelo Ministério do Trabalho, 403,2 mil pessoas com deficiência atuam formalmente no mercado de trabalho.

Publicidade

mainbanner_feijoadadomoa_728x90px

É o caso, por exemplo, de Márcio Heise Giovanela, 36 anos. Ele se tornou tetraplégico aos 16 anos, após um mergulho em um lago. O egresso do curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Anhanguera de Jaraguá do Sul, possui ainda formação em Tecnologia em Processos de Produção Mecânica, e pós-graduação em Engenharia de Produção, e Marketing, Propaganda e Vendas. Trabalha há mais de nove anos no Departamento de Engenharia do Produto da WEG Energia, e já lançou dois livros de poesia (“Em algum lugar, sei que vou te encontrar” e “Inspira-me Srta. F5”). O Engenheiro começou a compor poemas após ter ficado tetraplégico. “Encontrei nos poemas uma forma de expressar o que sinto. A paralisia pode levar os movimentos do corpo, mas, jamais os movimentos da alma, do ser”, diz.

lancamento-de-livro2-1

Entre os planos futuros estão o objetivo de publicar o terceiro livro de poesia, e se aventurar em um novo gênero (crônica, romance ou ficção), fazer uma nova graduação ou pós-graduação, e encontrar alguém especial para amar.