Mamoplastia redutora

Entenda sobre o tamanho ideal de cada mama

1 min para ler 21 out, 17

Seios grandes, firmes e sensuais representam o sonho de consumo de milhares de mulheres que diariamente procuram os consultórios de cirurgia plástica. Porém, para algumas mulheres, isto pode representar um grande sofrimento físico e emocional. Seios excessivamente grandes podem causar dores nas costas, depressões e fissuras nos ombros pelas alças dos soutiens, além de provocar o aparecimento de infecções de repetição abaixo das mamas. Felizmente a cirurgia plástica através da mamoplastia redutora, proporciona uma melhora da forma e tamanho das mamas. Este procedimento é indicado justamente para diminuir o tamanho de mamas exageradamente grandes e/ou flácidas, comuns após gestação ou um grande ganho de peso corporal. A cirurgia de mamoplastia redutora envolve a retirada do excesso do tecido mamário e a sua modelagem, com elevação das mamas.

sutia-adequado-para-cada-tipo-de-corpo

Quanto ao tamanho ideal de cada mama realmente não há. Cada paciente deve, junto com o seu cirurgião, procurar o tamanho ideal para o seu corpo de acordo com sua forma física, para que o resultado seja mais harmônico possível.

Publicidade

comprar-carro-batido

A intervenção pode ser realizada após a adolescência, quando o desenvolvimento mamário já atingiu seu estado máximo. Existem diversas técnicas para redução mamária, mas as cicatrizes geralmente ficam posicionadas ao redor da aréola, verticalmente da aréola até o sulco mamário ou no sulco mamário, formando um “T” invertido, em “I” ou em “L”. Esta cicatriz no sulco mamário pode ser maior ou menor em extensão, dependendo do tamanho de cada mama, ou seja, quanto maior for a sobra de pele e a flacidez, mais extensa será a cicatriz. Apesar da extensão, a cicatriz da mamoplastia redutora tem a possibilidade de ficar pouco visível após o período de maturação. São retirados o excesso de pele, gordura e glândula, sendo que o tecido mamário retirado sempre é encaminhado para análise patológica de rotina.

Publicidade

selo-paraiso-da-beleza-aletardo

No pré-operatório são solicitados os exames de rotina cirúrgica, acrescidos de exames específicos das mamas, como ultrassom e mamografia, além de avaliação com mastologista. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, tem duração de três a quatro horas e geralmente é necessário de meio a um dia de internação. No pós-operatório deve-se evitar a elevação dos braços acima da cabeça e esforço físico local durante o primeiro mês. O inchaço e as equimoses regridem gradualmente no primeiro mês e os resultados vão aparecendo logo nos primeiros dias, porém a forma definitiva das mamas é vista após 12 meses da cirurgia, tempo necessário para a acomodação dos tecidos e maturação final das cicatrizes.

rodrigo-agacy-foto

Rodrigo Agacy

Cirurgião Plástico