Isabela Bicca é promessa no vôlei jaraguaense

Adolescente conquistou o troféu de atleta destaque ao ajudar a conquistar título inédito no campeonato estadual para a ADV

2 min para ler 21 fev, 18
Publicidade

2obanner_vallsa_360x344px

Não chega a ser uma novidade, considerando que Jaraguá do Sul sempre foi um celeiro quando o assunto é talento no vôlei, mas o nome da vez sem dúvida é o de Isabela Bicca. Eleita recentemente atleta destaque pela sua participação no campeonato estadual pela Associação Desportiva Voleibol (ADV), ela vislumbra um futuro de vitórias, sonha se tornar uma atleta profissional e, quem sabe, vestir a camisa da seleção brasileira.

img_0034

Com apenas 12 anos, o espírito competitivo da garota é evidente e a dedicação ao esporte vem na mesma proporção. O início foi em outra modalidade: a ginástica artística, logo substituída pela ginástica rítmica. “Eu fazia balé desde os seis anos de idade e foi a minha professora quem sugeriu investir também nessa área”, conta. O caminho até os treinos, no entanto, passava pela quadra onde outras crianças treinavam vôlei, despertando a curiosidade da menina, então com oito anos de idade.

Publicidade

gif-bread-burguer

“Ela sempre pedia para entrar lá e conhecer um pouco mais. Relutei no início porque achava a ginástica muito bonita, mas hoje a apoiamos incondicionalmente”, garante a mãe, Kelli Bicca. Quando ela completou os nove anos de idade a mãe enfim cedeu e a paixão pelo esporte logo tomou conta da sua rotina. Na capital paranaense Isabela fazia parte de um projeto social e não participava de competições, realidade que mudou assim que a família veio para Jaraguá do Sul. Hoje Isabela defende a camisa da equipe da Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer da cidade (Secel) e já participou de disputas de peso, como o Festival Internacional de Estrela, no Rio Grande do Sul, evento que reuniu inclusive atletas de fora do país; da Taça Paraná; além de competir também pelo colégio, onde cursa o nono ano.

img_0011

A rotina de treinos é puxada, de ao menos duas horas por dia, e a mãe contribui nos cuidados no que se refere à alimentação. Em quadra os méritos pelos bons resultados são divididos com o restante da equipe e, é claro, com as técnicas Tatiana Altini e Karina Patricia de Souza. Elas garantem que o trabalho de base feito no Estado é de excelente qualidade sempre revelando grandes talentos. Apesar disso, a luta para garantir recursos para todos os campeonatos é grande.

Publicidade

abf-interna

A SECEL apoia o voleibol na parte de rendimento, a ADV junto com os pais custeiam as despesas das categorias de base, promovendo eventos durante o ano e a empresa Marisol com trabalho social, através do projeto evoluir desenvolvido nas escolas. Recentemente algumas empresas se interessaram em ajudar, mas o grupo precisa de mais apoio, pois mais de cem crianças participam de várias categorias e o trabalho não pode parar. “A forma de contribuir é adquirindo uma cota de patrocínio na camiseta do uniforme de jogo de um valor mensal ”, orientam.

volei-2

Isabela ainda sonha com uma equipe na cidade ou pelo menos no Estado quando ela completar os 18 anos de idade, mas sabe que por aqui o vôlei adulto ainda carece de muito incentivo, obrigando os interessados a buscarem outros Estados para seguir carreira. Caso isso seja necessário, porém, ela não exita em sair e a mãe já avisa: fará o possível para ir junto. Mas isso é coisa para pensar lá na frente. Por enquanto Isabela desfruta os últimos dias de férias e o intervalo entre as competições do jeito que mais gosta: jogando vôlei em casa e mantendo a prática e o espírito competitivo em torneios de vôlei de praia.

Contato para patrocínio: tatianaaltini@gmail.com
47-9.96434549.