Gênese do 1º Festival de Cinema de Jaraguá

“Aqui os sonhos acontecem, se você imaginar”

2 min para ler 4 nov, 17
Publicidade

22552640_296483577519112_3763345207893331854_n

“Aqui os sonhos acontecem, se você imaginar”. Este mote inspirador, somado ao registro atento de uma coletiva de imprensa, no último dia 30 de outubro, entre tilintares de taças, com presença de intelectuais e autoridades, no espaço social do Gazebo Gourmet, deram o tom do lançamento oficial do 1º Festival de Cinema de Jaraguá do Sul. Batida a claquete, a cena projetada de transformar Jaraguá do Sul num polo audiovisual multitelas e multigêneros, começou a rodar. Promover, incentivar e divulgar a formação e produção independente, ou não, da arte audiovisual fora do eixo Rio-São Paulo, por meio de workshops, oficinas, palestras, avaliações e premiações com cineastas, produtores e distribuidores de conteúdos de influência local, estadual e nacional.

Publicidade

dam

Este é o roteiro que norteia o visionário comitê gestor formado pelo produtor, escritor e roteirista Isaac Huna; a produtora cultural Mariana Pires; a promoter Claudia Caglioni Mahfud e o administrador e escritor Nelson Luiz Pereira, porém, já estrelando importantes parceiros institucionais que apostam no sucesso do projeto, sustentados em algumas premissas determinantes: i) há uma demanda diferenciada, pulsante e urgente na cidade e região no que se refere ao empreendedorismo cultural, com vistas a promoção, crescimento e fortalecimento desse setor; ii) atualmente, as avançadas tecnologias de comunicação ao alcance de todos, potencializam as condições de desenvolvimento e produções de audiovisuais; iii) a agenda cultural da cidade já transcende a dimensão regional com eventos como Femusc, Schützenfest e Feira do Livro, demonstrando, por conseguinte, expertise intelectual, estrutural e logística para projetos dessa magnitude; iv) já encontram-se em curso produções locais importantes e reconhecidas, como os relevantes documentários do cineasta Gilmar Moretti e as criações do Escritório de Cinema que, certamente se integrarão substanciando o projeto; v) a semente está sendo plantada em terreno fértil. Significa dizer que Jaraguá possui consistente massa crítica intelectual e um dos melhores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país, mantendo-se em plena expansão e desenvolvimento. Cabe acrescentar a essas premissas, a gênese do projeto: ele será de todos e para todos, fundamentado, gerido e orientado sob uma perspectiva econômica e social emancipatória. Portanto, será transformador, pois trabalhará a educação desde a base; será agregador, pois buscará a inclusão; será acessível, pois estará ao alcance de todos; será economicamente viável, pois gerará empregos e divisas para a região. Por esse prisma, o 1º Festival de Cinema de Jaraguá do Sul quer provar que, além das fantasias lúdicas e conteúdos retratados nas telas, poderá também mudar a realidade social. Tal propósito sustenta-se na convicção de que cultura é a voz de uma sociedade. Ancorados nesta causa, estaremos nos insurgindo contra a lógica de um sistema político opressor e ilegítimo, cujo sonho é reinar sobre uma nação de mudos. Por isso, consideramos esse projeto uma construção coletiva, e seu êxito dependerá do apoio da comunidade.

nlp-grid-1

Por: Nelson Luiz Pereira