Exemplo de superação

Jéssica Matuchaki mudou hábitos alimentares e investiu em exercícios físicos para perder 46 quilos.

2 min para ler 28 mar, 17

A meta de Jéssica Matuchaki era audaciosa: perder mais de 50 quilos em poucos meses sem o auxílio de medicamentos ou cirurgia. Vale destacar que nem ela levava muita fé no projeto, mas hoje, apenas meio ano depois, eliminou 46 quilos investindo em reeducação alimentar e em uma rotina regrada de exercícios físicos. Ainda faltam sete quilos para chegar ao peso ideal, mas ela garante que poucas semanas a separam do objetivo.

foto-destaque-jessica

Aos 22 anos de idade, a garota conta que a preocupação com a saúde foi a grande motivadora para a mudança de hábitos. “Notei que não conseguia mais fazer uma simples caminhada e que, ao menor esforço, me sentia cansada e ofegante. Hoje minha disposição melhorou 100% e mandei a preguiça embora”, comemora.

Jéssica reconhece que ganhou peso por puro descuido assim que parou de jogar handebol, aos 18 anos. Ela chegou a competir por Joinville, mas a falta de um time adulto na região a impediu de seguir carreira e a garota admite que abriu espaço para o sedentarismo em sua vida. O apoio dos amigos, no entanto foi fundamental para dar a volta por cima. Hoje a jovem pratica musculação cinco vezes por semana, além de natação e remo. Aos finais de semana também corre e conta que se permite fazer somente uma refeição por semana fora da dieta. “É importante, porém, contar com uma ajuda profissional durante as atividades físicas, pois muitas vezes, na ânsia de perder peso, podemos comprometer a nossa saúde ou sofrer uma lesão”, alerta. E nesse sentido o apoio foi grande por parte dos profissionais da academia que frequenta.

Tendo a força de vontade como grande aliada, não frequentou nutricionista, aprendeu a preparar as próprias refeições e a contar as calorias que ingeria a cada três horas. Processo complicado, ela reconhece. “Quem diz que emagrece sem passar fome está mentindo. Chega um momento em que até o seu psicológico fica desgastado, mas é um esforço que vale a pena”, conta, salientando a preocupação de incluir frutas, verduras, carnes magras e sementes para que não faltassem nutrientes, vitaminas e minerais em seu organismo.

As mudanças no corpo são tão evidentes que nas redes sociais as pessoas questionam como conquistou os resultados. E se antes Jéssica era alvo de piadinhas por estar acima do peso, hoje é exemplo e não nega dicas para os amigos que também precisam emagrecer. De imediato ela sugere cortar frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas, mas adianta que cada dia é uma guerra e hoje adota uma rotina mais caseira para evitar tudo aquilo que possa tirá-la do foco.

 foto-jessica-03 foto-jessica-02

Agora que a pior parte do processo já passou, ela afirma que diminuiu um pouco o ritmo e tem investido em exercícios de musculação para se livrar da flacidez, inevitável quando há perda muito rápida de peso. Apesar de algumas pessoas garantirem que ela não precisa mais emagrecer, Jéssica segue firme na meta e quer chegar aos 72 quilos distribuídos em 1,76 metro de altura. “Essa mudança de hábitos é para a vida inteira e estou muito satisfeita”, reconhece ela, que se diverte contando que precisa aprender a lidar com elogios e que se sente meio sem jeito quando os recebe.

Sobre o futuro, ela garante: “quero cursar educação física e dar aulas em escolas, incentivando desde cedo as crianças a praticarem um esporte e a cuidarem do seu corpo”.

 

Publicidade

clinica-levie-site