Envidraçar sacadas e varandas pode dar problema?

Colocar vidros para proteger esses espaços não é tão simples quanto parece.

1 min para ler 27 jul, 17

Varandas e sacadas podem valorizar apartamentos, mas quando o proprietário decide envidraçar a sacada, diversos cuidados devem ser tomados. A medida não é tão simples. É necessário se certificar de que a estrutura do prédio comporta os vidros na sacada, de que há concordância e padronização do condomínio e de que não há lei contra a prática.

varanda-fechada

Em alguns municípios o assunto é tratado no Plano Diretor e é bom ficar atento antes de promover as alterações. Nas cidades onde o envidraçamento das varandas não é expressamente proibido, no entanto, os proprietários de imóveis que quiserem se arriscar terão que se certificar de que o condomínio permite a prática. Se por caso o condomínio não aprovar a colocação do vidro por qualquer motivo, ainda que por gosto estético, quem quiser bater de frente com os demais condôminos e envidraçar a varanda pode enfrentar problemas. O mesmo vale para quem fizer a instalação incorreta.

Publicidade

jeanita-site-750-x-180-1

sacada

Especialistas garantem ainda que não é toda varanda que está apta para receber o peso adicional dos vidros. Mesmo com a disposição de eventuais móveis e plantas é preciso tomar cuidado e tudo isso deve ser previsto no projeto. Advogados destacam que o proprietário pode ser advertido (para que desfaça a obra), multado por infringir as normas do condomínio e, em última instância, sofrer uma ação judicial para que desfaça a obra irregular.