Os modelos infantis que se divertem trabalhando com a moda

Emilly e Guilherme encantam em ensaios para as marcas mais conhecidas da região

2 min para ler 14 mar, 18
Publicidade

mariamarta-mobile

Eles são jovens, sorridentes e muito agitados! A carreira de um modelo mirim pode parecer moleza, mas definitivamente exige muita dedicação e, acima de tudo, amor pelos cliques. Conheça a história de dois pequenos modelos que atuam na região e chamam a atenção por sua beleza e personalidade.

Emilly Raihanne de Souza

????????????????????????????????????

Além de ser modelo, Emilly sonha em ser bailarina.
Publicidade

levie-quadrado

Um conto de fadas fashion

Emilly Raihanne de Souza, cinco anos, ou melhor, Emilly de Souza, como sempre é chamada, é uma menina super vaidosa, alegre, extrovertida, educada e muito atenta a tudo que acontece ao seu redor. Atualmente o que mais gosta de fazer é brincar de desfilar, posar para os flashes, dançar balé, estudar e brincar com bonecas. Emilly decidiu em conjunto com sua mamãe Wilma, iniciar sua carreira como modelo há um ano. Nas suas fotos, a pequena gosta de fazer caras e bocas que encantem os fotógrafos, sempre com muito charme e estilo. “Desde cedo ela ama estar em frente das câmeras. Eu percebi que ela seria perfeita como modelo por causa disso. É claro que ela faz o que gosta e eu sempre deixei claro para ela que faria de tudo para que o sonho dela se tornasse realidade. Não é nada forçado e sim um amor autêntico e sincero pelo mundo da moda”, conta Wilma.

????????????????????????????????????

A pequena adora desfilar nas passarelas da região.

Apesar de estar pouco tempo no mercado fashion, Emilly já conseguiu se destacar em trabalhos para empresas de grande porte pela região. Marcas como Marisol e Brandili já selecionaram a pequena modelo para ser a estrela de suas campanhas, o que faz Wilma ter cada vez mais certeza da vocação da filha. “Quando é selecionada para participar de ensaios com outros modelos da mesma idade ela adora. É muito divertido e ela ama estar naquele ambiente. A minha filha faz questão de sempre afirmar que prefere desfilar e acredito que seja por ser mais dinâmico do que a fotografia, mas com certeza ela dá conta do recado quando o assunto é clicar para essas companhias de roupas. Eu tenho muito orgulho de ver ela encontrando a sua paixão. Isso me faz feliz”, confessa a mamãe de Emilly.

Guilherme Schneider Andrade

guilherme-schneider-andrade20

Guilherme conta com atitude e carisma nos flashes.
Publicidade

gif-bread-burguer

Cheio de charme desde pequeno

Muito estilo, carisma e atitude. Essas são as palavras que definem a personalidade do pequeno Guilherme Schneider Andrade, de sete anos. Apesar de nunca ter planejado nenhuma carreira na indústria fashion, sua mamãe, Simone Schneider Andrade conta que tudo aconteceu de maneira espontânea. “Foi por acaso, pois nunca pensamos nisso como um trabalho Ele sempre foi uma criança extrovertida, adora escolher as próprias roupas, montar seus looks, gosta de tirar fotos, participar das conversas com as demais pessoas ao seu redor e expor suas ideias com euforia, fazendo brincadeiras, sempre sincero. Então, foi algo que simplesmente aconteceu pelo qual ele demonstrou muito interesse. Como mãe, é claro que apoiei a ideia e até hoje faço tudo para a carreira dele acontecer”, comenta.

guilherme-schneider-andrade25

Para Guilherme, fotografar é uma diversão sem igual.
Publicidade

pat-amizade

Apesar de estar há pouco tempo na indústria, Guilherme já coleciona fotos para diversas marcas que se encantaram com o seu sorriso e sua personalidade brincalhona e agitada. Simone acrescenta que ama ver seu filho fazendo o que gosta, mas que também tem suas obrigações como um bom estudante, para garantir que ele tenha um excelente futuro. “Sempre trabalhamos com o cuidado de não prejudicar seus estudos e sua vida de criança, não tornando os projetos cansativos. Apoio sim o que ele faz, pois sei que ele ama estar na frente das câmeras, mas ainda há muitas coisas a serem vividas para amadurecer e ver o que ele realmente vai querer ser no futuro, pois para Guilherme isso ainda é apenas uma diversão com uma pitada de responsabilidade”, encerra a mamãe de Guilherme.

Para mais informações sobre o agenciamento de pequenos talentos na indústria fashion acesse: http://www.cekat.com.br/