Conheça o ator Guilherme Fernandes

Jaraguaense é um dos nomes que despertam o orgulho da cidade

3 min para ler 22 fev, 18
Publicidade

mariamarta-mobile

Amante das artes cênicas, aos 28 anos, Guilherme Fernandes, se destaca no mundo artístico como ator, produtor, preparador de elenco e roteirista. A participação no seriado global “Malhação” na temporada de 2007 marcou o seu nome a nível nacional e abriu as portas para muitas oportunidades. Guilherme já estrelou também peças como o “Evangelho Segundo São Mateus”, “Coquetel Overdose” e “Pinóquio”. Com muito trabalho duro e profissionalismo, conquistou o prêmio de melhor ator na cerimônia “Troféu Gralha Azul”, que homenageia os artistas e técnicos de Teatro no Paraná.

03-min

Guilherme atuou em Malhação em 2007.

Confira a entrevista exclusiva com o ator:

Como foi o começo de tudo? Por que artes cênicas?
Quando eu era pequeno meus pais costumavam viajar muito de carro. No caminho, as histórias que eu mais gostava de escutar era do tempo que fizeram teatro itinerante juntos, as lembranças dos personagens, as cenas, as risadas, a sensação no palco, tudo me parecia mágico e divertido. Só que tinha um problema: eu era muito gago e a fonoaudióloga não era a melhor opção para meu tratamento, então com 10 anos entrei para o teatro buscando melhorar minha comunicação, foi preciso apenas um dia no teatro para eu compreender que era isso que eu gostaria de fazer para o resto de minha vida.

Quais foram os seus primeiros passos artísticos?
Minha jornada teatral iniciou aos 10 anos no colégio Marista São Luis com a diretora Mery Petty, depois entrei para o grupo GATS e com 15 anos comecei um curso de interpretação para cinema na Studio Escola de Atores de Joinville. Com 17 anos estava embarcando para o Rio de Janeiro para fazer a telenovela Malhação.

Publicidade

gif-bread-burguer

Qual foi a sua reação quando você descobriu que interpretaria um papel em Malhação, uma novela de alcance nacional?
Primeiro recebi o convite para fazer o teste pela Studio Escola de Atores de Joinville. Viajei até o Rio de Janeiro, me apresentei em meados de junho e só fui descobrir que passei para a novela uma semana antes do Natal. Dia primeiro de janeiro eu já estava morando em território carioca, um fim de ano e tanto! Eu sai de casa com apenas 17 anos e foi muito importante para mim e para minha família, um passo necessário para solidificar minha vontade de continuar seguindo a carreira de ator e mostrar que eu tinha a vontade e o talento necessário para isso.

gilherrme

O ator começou sua carreira aos 10 anos.

Atualmente, qual o maior desafio que enfrenta em sua profissão?
O maior desafio que encontro hoje é que para continuar evoluindo precisei entender que eu teria que aumentar meu leque de habilidades, por isso escolhi fazer faculdade de audiovisual, ter aulas de dramaturgia, comecei a dar aulas de interpretação e, assim, pretendo continuar aumentando meus horizontes com mais força para poder investir em meus próprios projetos.

Para os amantes de artes cênicas como você, qual a melhor forma para se desenvolver o talento?
Vendo e fazendo, prática e teoria andando alinhadas. Você estuda e aumenta suas referências, seja indo ao teatro, vendo filmes antigos e novos, pesquisando nomes influentes ou lendo livros, então você pratica, usa seu corpo, sente na pele, estuda seus limites e aprende a explorar todas as suas potencialidades.

Publicidade

mobile_10afestadochampagne_490x190px

Por que poucos artistas da região conseguem reconhecimento a nível nacional? Existe uma barreira?
O que acontece é que o foco das produções está localizado no eixo Rio-São Paulo. É preciso que o artista deixe sua casa, se adapte em uma cidade grande e faça sua carreira acontecer. Para criar uma boa oportunidade de emprego, é preciso investir tempo e dedicação e às vezes o tempo de espera para colher seus frutos pode demorar e isso é normal. Mas garanto que talento não tem endereço e um artista talentoso será reconhecido se correr atrás de seus sonhos.

Você também trabalha como produtor e roteirista? O que faz nessas atividades?
Além de oferecer meu trabalho para contratação, como produtor e roteirista busco realizar meus projetos pessoais. Na área do cinema, realizo a produção de curta-metragens, pilotos, vídeo-artes e todo tipo de experimentações. No teatro, estou no processo de montagem de um monólogo. Como roteirista tenho meus próprios roteiros, poesias e o projeto de um livro de literatura com uma história fantástica que já ando empenhado há um bom tempo.

destaque-guilherme

Guilherme Fernandes promete novos projetos para 2018.

Você apoia o Primeiro Festival de Cinema de Jaraguá do Sul?
Jaraguá do Sul é um município de possibilidades infinitas, suas potencialidades são gigantes em qualquer área que busque se desenvolver. Fiquei muito feliz ao  ver que um festival de cinema está criando forças e buscando seu espaço na região, acredito que isso só vai somar para a cultura da cidade.

Como ator, tem planos para o futuro?
Tenho sim, tanto em projetos pessoais como em nível nacional. Ao começar uma carreira artística ela não tem hora pra acabar, é construída até o final de sua vida. E assim será comigo. Fiquem espertos nas novidades que vem coisa boa por aí. Sou grato a todos que admiram meu trabalho. Vou continuar lutando para dar o meu melhor, sempre!