Capa: Anderson Kassner é destaque da edição de março

Presidente da Câmara busca mais economia, transparência e modernização na política

7 min para ler 7 mar, 18
Publicidade

mariamarta-mobile

Nas eleições de 2016, um dos clamores populares era o de renovação política. Naquele momento estava desenhado um cenário propício para o jaraguaense Anderson Kassner (PP) assumir uma das 11 cadeiras da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul. Sem nunca ter disputado um cargo político – durante 26 anos trabalhou em setores administrativos e contábeis de empresas privadas –, Kassner ganhou a confiança do eleitorado, sendo o vereador mais bem votado na última eleição municipal, com 3.550 votos. Encarou uma campanha de 45 dias, superou as desvantagens do tempo reduzido e de ter de enfrentar candidatos já conhecidos pela população e convenceu os eleitores, vitória que ele mesmo atribui à sua trajetória de envolvimento com a comunidade e à disposição de fazer a diferença na política, cobrar mais transparência e eficiência nos serviços públicos e cumprir o papel de fiscal do Executivo. São essas as premissas que também devem guiar sua atuação como presidente da Casa de Leis ao longo deste ano.

img_5348

Eleito com o maior número de votos em 2016, Anderson Kassner (PP) assume a presidência da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul buscando mais economia, transparência e modernização na política.

A responsabilidade não assusta o novo político, que tem claras as metas para os próximos meses de trabalho. “Pretendo focar no combate ao desperdício de dinheiro público, modernização e no fortalecimento dos programas institucionais Câmara Mirim e Câmara.com Você. Sempre buscando o apoio e envolvimento dos demais vereadores”, afirma. Uma das primeiras ações de Kassner como presidente foi a decisão pela economia de R$ 95 mil com a não contratação para o cargo comissionado de Assessor da Presidência. Segundo o vereador, esse valor pode ser destinado à saúde, para aumentar as horas de serviço médico no Pronto Socorro do Hospital São José. A ideia, claro, é apenas uma sugestão ao Executivo, explica Kassner. Essa ação faz parte de um pacote muito maior de redução de gastos, que pode chegar à cifra de R$ 250 mil no período de um ano.

Publicidade

mobile_corpoativo_290x190px

Outra medida vai envolver também a economia de recursos, além de favorecer o meio ambiente e modernizar o dia a dia de quem trabalha na Câmara. “Iremos estudar meios de diminuir o uso de papel e usar a internet para registrar e encaminhar indicações e pedidos aos órgãos competentes. A natureza agradece e todos nós ganhamos em agilidade”, diz. Está em estudo também a ideia de disponibilizar virtualmente o expediente das sessões. Evitando a leitura, sobraria mais tempo, segundo ele, para discutir pautas de interesse da população, incluindo o convite para entidades e agentes políticos ocuparem a tribuna para discorrer sobre determinado assunto sem afetar a transparência dos trabalhos, sendo que o expediente ficaria disponível para todos os munícipes.

mesa-diretora-2018-camara-de-vereadores-de-jaragua-do-sul-2

Mesa Diretora 2018 – Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul

A ideia é aproximar a população do Legislativo, mostrando qual é o papel do vereador. “Muitas pessoas ainda acham que temos o poder de executar obras, ao passo que não podemos sequer encaminhar projetos de Lei que gerem despesas ao Executivo. Esse é um trabalho complexo, mas muito importante”, enfatiza.

Publicidade

selo-mercado-livre-jornal

Já o programa Câmara Mirim, que iniciou as atividades de 2018 no último dia 21, oferece aos estudantes a oportunidade de conhecer de perto o trabalho do Poder Legislativo e desperta o interesse dos jovens pela política. “Esses jovens podem ser os nossos representantes no futuro e nossos aliados para melhorar o sistema político e garantir mais qualidade de vida às pessoas”, destaca Kassner.

img_5336

Economia, modernização e fortalecimento de projetos envolvendo transparência e educação estão entre as metas de Kassner frente à Câmara.

Ainda como presidente, Kassner afirma que também dará agilidade na tramitação e votação de projetos voltados para o desenvolvimento econômico e geração de emprego na cidade. Foi o que ocorreu com o projeto “SC Bem Mais Simples”, lei destinada para empresas com atividades de baixo grau de risco de incêndio, complexidade e potencial poluidor. A medida foi aprovada em dez dias pelos vereadores. O presidente também apoia iniciativas como o centro tecnológico e ações de fomento ao comércio no centro e bairros de Jaraguá.

Publicidade

levie-quadrado

A demanda da população surpreendeu no início do mandato Quando decidiu ingressar na política, Anderson Kassner buscou formação. Frequentou a Escola de Governo, fez cursos e participou de palestras. A prática, no entanto, se mostrou diferente da teoria e ele admite que não imaginava encontrar uma demanda tão grande de pedidos de soluções de problemas. “As pessoas nos procuram muito, cobram soluções. A expectativa é pela melhora da economia para conseguirmos dar mais respostas positivas para a população”, afirma. Foi justamente pensando em dar mais agilidade para as demandas da população que Kassner decidiu apresentar ao Executivo uma proposta voltada a mapear todos os problemas da cidade – desde buracos de rua até obras de grande porte. A ideia é criar um sistema por meio de aplicativo no celular e internet, a ser administrado pela Prefeitura, para concentrar todas as indicações de vereadores, assim como os pedidos feitos diretamente pelos munícipes através da Ouvidoria.

revista-nossa

Kassner intensifica envolvimento com a comunidade.

A ideia abrange ainda o conceito de transparência, pois todos esses pedidos estariam acessíveis aos jaraguaenses. “Fora isso, é preciso constar no sistema as prioridades de cada secretaria e cada pasta identificar e informar as prioridades por tipos de serviços. Um buraco grande em uma via de fluxo intenso, por exemplo, seria prioridade pelo número de pessoas que afeta e consequências que pode acarretar, como um grave acidente. Pode ser que a pessoa tenha que esperar meses ou até anos para ver o seu problema solucionado, mas ela terá uma resposta sobre a sua solicitação e o motivo de ainda não ter sido atendida”, destaca.

Publicidade

pat-amizade

Da mesma maneira, Kassner sugere dar transparência por meio de um sistema voltado para discriminar as ordens de serviços de cada uma das obras executadas pelo município. “A ideia é simples: se passaram na sua rua e colocaram sete caminhões de macadame e na ordem de serviço constam 10, é porque tem algo errado. Queremos envolver a população, deixar todos atentos e acompanhando quais são as despesas e os investimentos na cidade”, reforça.

sessao-19-12-6

 Como presidente, Kassner afirma que também dará agilidade na tramitação e votação de projetos voltados para o desenvolvimento econômico e geração de emprego na cidade.

Outra sugestão de Kassner ao Executivo é a descentralização dos serviços da Secretaria de Obras e Agricultura. O intuito é dar eficiência e economizar recursos. A proposta inclui três regionais em pontos estratégicos da cidade, onde ficam terrenos de propriedade da Prefeitura, o que evitaria perda de tempo em deslocamentos, ganharia em produtividade e ainda economizaria custos com combustível e manutenção das máquinas. “Outra medida seria a terceirização de atividades-meio da Prefeitura, como o próprio setor de obras”, afirma.

Publicidade

dr-eduardo-site

Destaque também para o projeto “Jaraguá Mais Linda”, que propõe o plantio de arnica nas ciclovias, terrenos baldios da prefeitura e propriedades particulares no perímetro urbano para evitar o crescimento de mato. A medida pode gerar economia de despesas nas roçadas, considerando que especialmente no verão esse problema se torna mais recorrente, além de embelezar mais a cidade. A muda pode ser encontrada com facilidade em locais onde já existem. “Para baratear ainda mais os custos, poderíamos usar mão de obra apenada nesse trabalho. Já temos exemplos de onde deu certo, como atrás da DG da WEG, igreja matriz e dos hospitais São José e Jaraguá”, sugere.

jaragua-mais-linda

“Jaraguá Mais Linda” propõe o plantio de arnica nas ciclovias, terrenos baldios da prefeitura e propriedades particulares no perímetro urbano para evitar o crescimento de mato.

Preocupação com a sociedade antes mesmo de entrar na política Natural de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner começou a trabalhar aos 14 anos de idade como paliteiro de bolão no Clube Atlético Baependi. Mais tarde optou pela carreira de contador e buscou especialização na área, com pós-graduação em Contabilidade Gerencial e Controles Administrativos. Apesar dos 26 anos de atuação na rede privada, ele sempre buscou um envolvimento com a comunidade através do voluntariado. Kassner participa de atividades das tradicionais sociedades de tiro e de eventos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Publicidade

7738-campanha-marco-gif-paladio-simara

Com atenção voltada às questões comunitárias, Kassner conquistou a doação de 13 aparelhos de ar-condicionado para o Hospital São José. “Passei um período no hospital acompanhando o avô da minha esposa e vi o sofrimento das pessoas. Eram quatro ou cinco pacientes por quarto, mais cada um dos seus acompanhantes em ambiente muito quente”, relembra. A primeira atitude foi levar a ideia ao conhecimento da direção do hospital e, em seguida, ir em busca do apoio de empresários. Kassner conseguiu as doações e os aparelhos foram instalados nos quartos da ala do SUS no começo de 2016, proporcionando conforto aos pacientes.

vereado-anderson-poltronas-hospital-sao-jose-credito-eduardo-montecino

Kassner conseguiu, por meio da doação de um casal de empresários, 120 poltronas acolchoadas e reclináveis no valor total de R$ 120 mil.

No mandato de vereador, a saúde também é uma de suas bandeiras. No final do ano passado, Kassner conseguiu, por meio da doação de um casal de empresários, 120 poltronas acolchoadas e reclináveis no valor total de R$ 120 mil. Elas foram destinadas aos acompanhantes de pacientes internados na ala do SUS do Hospital São José. E o trabalho de articulação do vereador continua. Agora, o objetivo é conseguir 50 poltronas ao Hospital Jaraguá, além de mais 50 cadeiras estofadas para o Pronto Socorro Infantil da unidade. Há expectativa pela liberação de uma emenda parlamentar para essa finalidade. Os próximos passos na vida pública Quando questionado sobre seu futuro político, Kassner diz: “Minha vocação para o trabalho voluntário vai me guiar na política. Vou analisar as oportunidades que surgirem”.

sessao-19-12-8

Kassner é casado com Sueli há 25 anos e tem dois filhos, Daniel e Anderson Filho.

Hoje, Kassner se dedica integralmente ao mandato. “Fizemos uma campanha curta, de apenas 45 dias. O apoio da minha família, dos amigos e a minha fé em Deus foi determinante”, afirma ele, sobre sua vitória nas urnas em 2016. Kassner é casado com Sueli há 25 anos e tem dois filhos, Daniel e Anderson Filho. O vereador diz que seu nome está à disposição do partido e que, se surgir oportunidade para eleições futuras, poderá estar no páreo, sim. “Por enquanto quero focar em um bom trabalho, honestidade e transparência”, reforça. Antes da eleição de 2016, Kassner assumiu como diretor-administrativo do Samae de Jaraguá e pôde ter experiência em gestão pública municipal durante três anos. “A experiência foi muito gratificante e despertou o interesse ainda mais forte pela política e pela busca por mais qualidade no serviço público em nosso município.”