A vida através dos clicks

Arlei Schmitz fala da profissão e dos planos para o futuro

3 min para ler 8 out, 17

grid-arlei

O nome em destaque na lista dos melhores fotógrafos de casamento de Santa Catarina é só o mais recente reconhecimento conquistado por Arlei Schmitz. Há 20 anos ele registra o dia mais importante de casais apaixonados e garante que o maior prêmio está na confiança depositada por cada um nesse momento tão importante. “Claro que figurar nessa publicação é muito importante. Sinto-me honrado e surpreso, mas o que conta mesmo é esse vínculo com cada cliente. E ao final de tudo entregar um trabalho que registre o amor, carinho, emoção e a alegria do dia”, descreve.

foto-arlei-2

Publicidade

interna_eixo11_440x100px

Natural de Florianópolis, mas morando há 17 anos em Joinville, Arlei iniciou na profissão no fotojornalismo. Os casamentos, no entanto, foram tomando espaço na agenda e na sua preferência e hoje ele aplica técnicas e fundamentos de primeira para incrementar a cobertura de festas e ensaios. A descontração virou uma de suas marcas. Segundo ele, basta a pessoa respirar para que faça o registro. A rapidez dos tempos em que cobria matérias para um grande jornal garante clicks inesperados e divertidos, além dos já tradicionais, ao lado de todas as pessoas importantes para o casal.

foto-arlei-3

Publicidade

banner-dr-eduardo-site-1

Até por conta dessa experiência Arlei eliminou a equipe de trabalho e hoje cobre sozinho boa parte dos casamentos, optando por um assistente somente quando julga necessário. Também não agenda mais de uma festa por final de semana para se dedicar inteiramente a cada um dos casais. Forma de trabalhar delineada pela experiência e muita organização. “Tudo na minha empresa tem procedimentos. Geralmente existe uma lista de pessoas que não devo deixar de fotografar, há perguntas chaves para se fazer aos noivos antes da cerimônia para não causar situações embaraçosas e também procuro saber o passo a passo da festa, para não perder nenhum momento”, explica.

foto-destaque-arlei

Tendo isso em mãos, o restante do processo é automático. Arlei conta que a inspiração para as imagens vem do próprio casal, com quem constrói uma relação desde a primeira visita. “Quando as pessoas me procuram, na verdade elas já me compraram. Hoje todo o meu portfólio está disponível para quem quiser ver e o que conta mesmo nesse contato pessoal é a sintonia entre fotógrafo e cliente. É nisso que preciso investir”, destaca. O trabalho inclui deixar os mais tímidos à vontade e fazer com que cada um se descubra nas fotos. Arlei sugere locações, estuda e participa de palestras e eventos do setor constantemente e dá um feedback para os casais através de um grupo no Whatsapp, onde esse vínculo é intensificado e o casal sente segurança no profissional.

foto-arlei-4

Antenado quando o assunto é tecnologia, ele foi o primeiro fotógrafo no Brasil a criar um aplicativo contendo seu portfólio, agenda aberta e informações de parceiros. Uma forma de encontrar em um só lugar o que antes ficava espalhado em sites e redes sociais, que por sua vez permanecem ativas. O aplicativo leva o nome do fotógrafo e está disponível gratuitamente para androids e iOS. “Um dos segredos da fotografia está em não estagnar. É preciso se manter atualizado principalmente no que se refere aos extras, como álbuns e pôsteres que serão oferecidos depois ao casal”, relata.

Publicidade

comprar-carro-batido

Hora de passar adiante o conhecimento
Em agosto Arlei Schmitz viveu pela primeira vez a experiência de palestrar para 500 fotógrafos no evento Thash The Dress Brasil (TTD Brasil), em Florianópolis. O tema da palestra foi “Dando a volta por cima”, na qual tratou as dificuldades da profissão, e ele já projeta novas palestras para o futuro não só no Estado, mas pelo país todo.

foto-01-arlei

No evento na capital ele aproveitou ainda para lançar a hashtag #eufotografoaminhafamilia, incentivando profissionais da área a registrarem não só os momentos importantes dos clientes, mas também os seus para ter como lembrança no futuro. Arlei faz uma mea culpa e admite que incorria no mesmo erro, mas já agendou um ensaio pessoal e conta satisfeito que sua ideia surtiu efeito e movimentou suas mídias sociais semanas após o encontro.

Publicidade

abf-interna

“Gosto de dizer que nós temos a melhor profissão do mundo. Trabalhamos em dias excepcionais para nossos clientes. Nos divertimos juntos, batemos papo. Não há do que reclamar”, argumenta ele que, ao longo da carreira, já fotografou mais de 1.500 ensaios, mil casamentos e registrou o amor de clientes em Buenos Aires, Paris e em janeiro viaja pra clicar um casamento em Roma.