Dr. Amaro Ximenes Junior recebe a comenda do legislativo Catarinense por indicação do deputado estadual Carlos Chiodini

Por: Albino Flores Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

O Parlamento estadual concedeu na noite de segunda-feira (19) a Comenda do Legislativo a personalidades e organizações que promoveram o desenvolvimento cultural, político e econômico do estado barriga-verde. O deputado Padre Pedro Baldissera (PT) discursou em nome dos parlamentares e destacou a pluralidade dos homenageados. "A Comenda do Legislativo permite reconhecer pessoas, entidades, empresas e movimentos que lutam e trabalham por Santa Catarina. Temos representados aqui hoje diversos segmentos da sociedade, há educadores, pesquisadores, administradores públicos e privados, da área da saúde, da agricultura e de movimentos sociais do campo e da cidade", registrou o representante de Guaraciaba.

Dr. Amaro Ximenes Jr. e o deputado Chiodini durante a sessão de entrega da comenda do legislativo catarinense. Chiodini fez a indicação, pois o Dr. Amaro Ximenes Junior é médico, coordenador de Saúde da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu, presidente da Associação Médica de Jaraguá do Sul e hoje é presidente do Conselho de Ética do Hospital Jaraguá. Sempre com um trabalho de excelência a nossa região do Vale do Itapocu.

Altamiro Bittencourt, presidente da Associação dos Hospitais do Estado de Santa Catarina (Ahesc), falou em nome dos agraciados e reconheceu a importância do gesto dos parlamentares. "Este honrado título de comendador do legislativo nos impõe representar com justiça o dever social. Temos de promover o diálogo e a tolerância, a serviço de nossa família e do nosso país, porque o único caminho que conduz à paz e à prosperidade é o respeito à divergência e a tolerância ao pensamento contrário", afirmou Altamiro Bittencourt. "É uma noite especial, principalmente porque esta Casa representa os catarinenses através dos parlamentares, agradeço a presença dos homenageados, seus familiares e amigos, a imprensa que nos prestigia e o nosso servidor que colabora no dia-a-dia", encerrou o presidente Silvio Dreveck (PP). Prestigiaram a sessão solene o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Mauro César Aguiar, o conselheiro do Tribunal de Contas José Nei Ascari, senador Dário Berger (MDB), deputado federal Esperidião Amin (PP), além dos deputados estaduais que indicaram os homenageados.

Agraciados com a Comenda do Legislativo Catarinense 2018
Hotel Stelter, de São Bento do Sul, representado por Carla Greice Zipperer e indicado pelo presidente da Casa, deputado Silvio Dreveck (PP)
Selma Elias Westphal, pedagoga e ex-secretária de Educação de Imbituba, indicada pela deputada Ada de Luca (MDB)
Anastácio Kotzias Neto, médico traumatologista e membro do Conselho Federal de Medicina, indicado pelo deputado Antonio Aguiar (PSD)
Amaro Ximenes Junior, ex-secretário de Saúde de Jaraguá do Sul e presidente da Associação Médica local, indicado pelo deputado Carlos Chiodini (MDB)
Auro Antonio Pinto, fundador da Agência T12 e criador do Projeto Verde Vida, de Chapecó, indicado pelo deputado Cesar Valduga (PCdoB)
Associação Beneficente Abadeus/Badeus, de Criciúma, representada por Gerço Gomes Monteiro e indicada pelo deputado Cleiton Salvaro (PSB)
Filipe Falcão Palhares Duque Estrada, teólogo, pastor, fundador da Onda Dura, de Joinville, indicado pelo deputado Darci de Matos (PSD)
João José da Silva, escritor, editor do jornal ?O Palhocense?, de Palhoça, indicado pela deputada Dirce Heiderscheidt (MDB)
Enedino Batista Ribeiro, in memoriam, deputado estadual pela ex-UDN, fundador e professor da Faculdade de Farmácia e Bioquímica da UFSC, representado pela senhora Ismenia Ribeiro Schneider e indicado pelo deputado Dirceu Dresch (PT)
Wandér Weege, fundador da Malwee Malhas Ltda, de Jaraguá do Sul, indicado pelo deputado Doutor Vicente Caropreso (PSDB)
Banco da Família, de Lages, representado por Isabel Baggio e indicado pelo deputado Fernando Coruja (Podemos)
Wanderley Teodoro Agostini, ex-prefeito de Curitibanos, indicado pelo deputado Gabriel Ribeiro (PSD)
Edésio Oenning, pioneiro da criação de suínos, tilápias e gado leiteiro Jersey em Santa Catarina, indicado pelo deputado Gelson Merisio (PSD)
Jonas Edison da Silva, pastor há 30 anos da igreja Batista de Barreiros, São José, indicado pelo deputado Ismael dos Santos (PSD)
Nicanor Morro, ex-prefeito de Apiúna, indicado pelo deputado Jean Kuhlmann (PSD)
Eugênio Raulino Koerich, in memoriam, empresário da construção civil e comerciante, de São José, representado pelo senhor Antônio Koerich e indicado pelo deputado João Amin (PP)
Altamiro Bittencourt, presidente da Associação dos Hospitais do Estado de Santa Catarina (Ahesc), indicado pelo deputado José Milton Scheffer (PP)
Pedro Flori Ramos, bispo, fundador da igreja Palavra Viva, indicado pelo deputado Kennedy Nunes (PSD)
Sociedade Avantis de Ensino e Escola de Aviação Civil Ltda, representada pelo vice-presidente Artenir Werner e indicada pelo deputado Leonel Pavan (PSDB)
Escola de Educação Básica Trinta de Outubro, de Lebon Régis, representada pelo estudante Franck Cândido Binello Ribeiro e indicada pela deputada Luciane Carminatti (PT)
Leandro Ferrari Lobo, fundador e presidente da Associação Náutica Brasileira, indicado pelo deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB)
Dário Elias Berger, senador e ex-prefeito de São José e de Florianópolis, indicado pelo deputado Manoel Mota (MDB)
Osni Francisco de Fragas, prefeito de Ituporanga pela terceira vez, indicado pelo deputado Marcos Vieira (PSDB)
Laudir José Kammer, empresário e empreendedor social no Vale do Rio Tijucas, indicado pelo deputado Mário Marcondes (MDB)
Instituto Geral de Perícias (IGP), representado por Luiz Soares dos Santos, indicado pelo deputado Maurício Eskudlark (PR)
Cooperativa Regional Auriverde, de Cunha Porã, representada pelo presidente Cláudio Post, indicada pelo deputado Mauro de Nadal (MDB)
Iria Cilene Lauth Faller, professora, empresária e voluntária das causas sociais do Vale do Itajaí, indicada pelo deputado Milton Hobus (PSD)
Assoredo Konrad, entusiasta da emancipação política de Arabutã, indicado pelo deputado Moacir Sopelsa (MDB)
José Paulo Figueredo, médico ortomolecular, de Florianópolis, indicado pelo deputado Narcizo Parisotto (PSC)
Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de São Joaquim e Região, representado por Ilton Carvalho, indicado pelo deputado Neodi Saretta (PT)
Movimento dos Atingidos por Barragens, representado por Pedro Melchior, indicado pelo deputado Padre Pedro Baldissera (PT)
Osmari de Castilho Ribas, diretor superintendente da Portonave, de Navegantes, indicado pelo deputado Patrício Destro (PSB)
Luciane Bisognin Ceretta, reitora da Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina, de Criciúma, indicada pelo deputado Ricardo Guidi (PSD)
Marcus Tomasi, reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), indicado pelo deputado Rodrigo Minotto (PDT)
Mauro Luiz Vieira, médico em exercício há 50 anos, de Campos Novos, indicado pelo deputado Romildo Titon (MDB)
Günther Lother Pertschy, diretor do Centro Universitário de Brusque, indicado pelo deputado Serafim Venzon (PSDB)
Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (Uniarp), de Caçador, representada por Neoberto Geraldo Balestrin, indicada pelo deputado Valdir Cobalchini (MDB)
Valdir Fontanella, empresário e prefeito de Lauro Müller, indicado pelo deputado Valmir Comin (PP).

Veja também

Vereador de Jaraguá do Sul pede ar-condicionado em transportes públicos
Para ele, aparelhos de ar-condicionado deveriam ser instalados em todos os ônibus
Anderson Kassner avalia atuação na presidência da Câmara
Parlamentar deixa o comando do Poder Legislativo com metas e planos realizados e atribui as conquistas ao trabalho em equipe
Saiba quem será o presidente da Câmara de Corupá em 2019
Eleição aconteceu durante a última sessão do ano nesta última segunda feira, 10
Câmara aprova projeto que amplia em 4 vezes pena de prisão para quem maltrata animais
Proposta foi aprovada por acordo dias depois da morte de um cachorro em um supermercado
Bolsonaro anuncia Ricardo Salles como novo ministro do Meio Ambiente
Na campanha eleitoral, Bolsonaro falou que reduziria as 29 atuais pastas do governo Michel Temer (MDB) para 15