DJ Lucas Nascimento é a nova promessa da música eletrônica

Por: Revista Nossa Foto: Ana Clara Fabro
Compartilhe

"Ser DJ significa conhecer a música o mais profundamente possível, ou seja, cultural e tecnicamente. É saber administrar este conhecimento de forma estratégica para agradar e divertir o público. É saber analisar o comportamento do público e escolher músicas de acordo com certas características sonoras e o objetivo em relação ao comportamento e reação que deseja provocar na maioria das pessoas daquele evento e/ou festa". Para quem não sabe, a palavra DJ é uma sigla em inglês que significa disc jockey, ou em português, disco jóquei. O mais comum é usar a sigla em vez do nome completo. Um DJ é um artista responsável por transmitir música e buscar transformar a alegria das pessoas ao seu redor em uma prioridade.

É com esta definição, que Lucas Nascimento, de 20 anos, decidiu se jogar no mundo dos sons eletrônicos logo após se formar no ensino médio. "Trabalho como DJ há mais de 3 anos, sempre fui muito focado. Desde os 5 anos já fazia aulas de música... Mas nunca imaginei que a música eletrônica faria parte da minha vida! No ensino fundamental eu era aquele que ficava responsável por levar o pendrive com a playlist para as festinhas. No começo não deu muito certo, pois eu costumava separar só as músicas que eu gostava (risos), mas depois, com o tempo, aquilo foi me chamando a atenção, a brincadeira começou a ficar séria e resolvi me jogar na carreira. Em 2014, decidi me especializar e comecei os meus estudos na Academia Internacional de Música Eletrônica, a maior rede de escolas de DJs do país. Estudando na AIMEC, aprendi que o local não era apenas um lugar onde conheceria técnicas e tiraria dúvidas, mas sim, um ambiente onde eu poderia estabelecer o contato com outros artistas, para a construção de projetos no futuro e uma rede de relacionamentos, o famoso networking. Como DJ eu tenho como missão espalhar uma vibe positiva para as pessoas, fazer elas se sentirem bem com o que toco, que se surpreendam com o meu potencial e nunca esqueçam dessa troca de energia", revela Lucas.

O profissional adiciona que já abriu shows nacionais que marcaram a sua carreira, que apesar de recente, já conta com conquistas incrivelmente relevantes. "É importante você entrar na área de cabeça. É preciso fazer contatos, tocar em diversos lugares, ser visto, eu diria. No momento sou residente da Patuá Music, trabalho como DJ oficial da Supernova FM e também toco em outras baladas por toda a região, assim como em eventos através de booking. Criei também a Connect em parceria com o DJ Gabriel Oliveira, o GABRE, de Curitiba. É um núcleo de eventos, representação e gerenciamento de artistas, especializada em música eletrônica. Promovemos eventos pelo sul do país, em Santa Catarina e no Paraná. Queremos usar desse projeto para tentar promover eventos de vários artistas da região à nível nacional, não só no cenário de música eletrônica, como também de outros gêneros", explica. Para o futuro, o DJ informa que já está trabalhando em vários projetos paralelos na produção de música com artistas de nível nacional. "Minha meta para 2019 é criar um hit que vire nas pistas de todo Brasil. A chance já bateu na minha porta e estou trabalhando firme nisso para não deixar escapar. Já posso adiantar que será uma grande oportunidade nacional que vai espairecer o nosso amor pela música", confirma.

Lucas também conta que não existe segredo para o sucesso, e que o trabalho duro é mais do que necessário. "Lembrem-se que não é apenas uma pista cheia que te dá credibilidade, muitas vezes já toquei para pouca gente, mas fazendo o que amo, isso muitas vezes faz com que uma das poucas pessoas que estejam lá te traga uma nova oportunidade. Para quem está começando ou se interessa por esta profissão, primeiro levem a sério, tenham respeito pelos demais profissionais, pois a competição é saudável. Além disso, é preciso de muito estudo, treino e noites em claro, porque a recompensa vem em forma de muita dança e intensos sorrisos nas pistas mundo afora", encerra.

Evento marcante
Segundo Lucas, foram muitos eventos marcantes em que atuou como DJ. "Citar apenas um seria injusto, posso destacar aqui quando toquei no The Garden, em Joinville, onde após minha apresentação mais de 3.000 pessoas me aplaudiram muito e gritavam com uma energia inesquecível. Sinceramente foi muito emocionante, aliás o público de Joinville, sempre me recebe muito bem", relata.

Siga o DJ Lucas Nascimento nas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/lucasnascimentodj/
Soundcloud: https://soundcloud.com/lucasnascimentodj/

Veja também

Conheça o trabalho e a trajetória da Fotógrafa Karina Fassina
Profissional de 31 anos é apaixonada pelo mundo das imagens
Nutricionista Lidiane Atala compartilha a sua história de empreendedorismo na área da saúde
A profissional não dispensa algumas dicas mais do que necessárias para o dia a dia
Sócio-proprietário da WM Veículos, Walter Tietjen comenta sobre as tendências do mercado automobilístico para 2019
Retomada do setor automobilístico pode animar mercado jaraguaense
Jaraguaense que luta contra o câncer há mais de quatro anos afirma: 'Eu aprendi a me amar de todas as formas'
Uma mulher que pode ser considerada a definição de luta e perseverança
Conheça a rotina da Musa Fitness de Jaraguá do Sul
A beldade afirma que mudar sua rotina vai exigir muita determinação e foco
Personagens de Jaraguá do Sul: O fotógrafo apaixonado pelo universo das imagens
Conheça a história de um dos fotógrafos mais experientes da cidade