Bolsonaro não tem sinais de infecção, diz novo boletim

Por: Revista Nossa Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro apresentou evolução clínica estável no sexto dia após a operação para retirada da bolsa de colostomia, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein. Conforme a nota, o presidente não sente dor nem tem sinais de infecção.

"Hoje foi submetido à tomografia de abdômen, que descartou complicações cirúrgicas", destaca o boletim. A equipe médica informa que a sonda nasogástrica não foi retirada e que Bolsonaro se mantém em jejum oral, com nutrição parenteral exclusiva (pela veia).

"Realiza fisioterapia respiratória e motora no quarto e segue com as medidas de prevenção de trombose venosa. Por ordem médica, o paciente segue com visitas restritas", finaliza o boletim assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, cirurgião, e Leandro Echenique, cardiologista, e Miguel Cendoroglo, Diretor Superintendente do Hospital Israelita Albert Einstein.

O Planalto também se manifestou. Disse que o quadro de saúde do presidente está dentro do esperado pelos médicos, lembrando do fato de Bolsonaro ter passado por três cirurgias complexas e de longa duração nos últimos meses, depois da facada em ato de campanha em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro.

Ainda conforme o Planalto, está mantida a previsão de alta de 10 dias após a cirurgia, o que seria entre quarta e quinta-feira desta semana. Mas avaliações futuras determinarão a alta e o progresso de alimentação do presidente, destacou.

O Planalto foi questionado sobre a evolução dos movimentos intestinais do presidente, mas informou que isso não foi perguntado à equipe médica. Sobre a agenda, o Planalto manteve a afirmação de que os futuros encontros de Bolsonaro vão depender da liberação médica. No Twitter, Bolsonaro disse que vai "sair dessa".

Veja também

Fábio Schiochet reinvindica manutenção da Gerência de Saúde de Jaraguá do Sul
Segundo Schiochet, o serviço não pode ser encerrado.
Panorama Político com Albino Flores - Edição de Fevereiro
Fique por dentro de tudo o que acontece no cenário político da região!
Kassner pede mais agilidade no Plano de Arborização
Anderson sugere que os vereadores pressionem o Executivo para que esse Plano vire realidade o quanto antes
Câmara Mirim de Jaraguá do Sul é selecionada para evento em Brasília
Os três melhores projetos de lei serão discutidos pelos parlamentares mirins no plenário do Legislativo Nacional
Lula é condenado a 12 anos e 11 meses de prisão
A juíza substituta Gabriela Hardt, da primeira instância, é a segunda que condena o ex-presidente; cabe recurso. Decisão saiu nesta quarta-feira (6).