Ator jaraguaense é premiado no Troféu Gralha Azul, um dos mais importantes do teatro brasileiro

Por: Priscilla Millnitz Pereira Foto: DIVULGAÇÃO
Compartilhe

Artistas lotaram o auditório do Guairinha (Auditório Salvador de Ferrante) na noite de terça-feira (03), em Curitiba, para a premiação do Troféu Gralha Azul 34ª edição. Com a presença da atriz Renata Sorrah, a Cia do Abração foi a grande premiada da noite, em cinco categorias. Este ano, o Troféu Gralha Azul premiou 15 categorias e concedeu mais dois prêmios especiais.  

Criado em 1974 pelos artistas Yara Sarmento, Waldir Manfredini e pelos saudosos Edson e Delcy D'Ávila, o prêmio é concedido anualmente aos destaques do teatro paranaense. Desde 1983 a premiação é realizada pelo Centro Cultural Teatro Guaíra em co-promoção com os sindicatos dos Artistas e dos Produtores Teatrais. Os agraciados recebem uma estatueta em metal concebida pelo artista plástico Ivens Fontoura e uma quantia em dinheiro que varia de acordo com a categoria.

A peça 'O Olhar de Neusa' levou cinco estatuetas. Venceu como 'Melhor Espetáculo', 'Direção' para Letícia Guimarães, 'Composição Musical' por Karla Izidro, 'Atriz' para Fabiana Ferreira e, ainda, 'Texto Original' para Letícia Guimarães.

Na categoria 'Ator' o prêmio foi para o jaraguaense Guilherme Fernandes em 'Coquetel Overdose'.

O espetáculo 'Os Fantásticos Equilibristas', da Cia. Regina Vogue, recebeu dois prêmios: 'Melhor Espetáculo para Criança' e 'Direção Espetáculo para Crianças para o ator Maurício Vogue. Na categoria 'Ator' o prêmio foi para o jaraguaense Guilherme Fernandes em 'Coquetel Overdose', peça que também levou o Troféu em 'Sonoplastia' para Moa Leal e 'Ator Coadjuvante' para Evandro Santiago. 

Já o Troféu para 'Atriz Coadjuvante' foi para Ciliane Vendruscolo em '#Zeqpop'. A 'Revelação' do teatro paranaense foi Nathan Milleo Gualda, no espetáculo Algum Pontinho no Caminho Entre o Céu e a Terra. O prêmio 'Iluminação' foi para Wagner Corrêa na peça 'Dorotéia uma Farsa Irresponsável, que também recebeu a estatueta de melhor 'Cenário' para Aorelio Domingues. Na categoria Figurino, Eneas Lour e Carmem Rodriguez receberam a estatueta com o espetáculo 'Que História é Essa'. 

O Prêmio Especial de 2013 foi para a Cia. Dos Palhaços, pelos 10 anos como grupo independente na busca do desenvolvimento das técnicas das artes cênicas e circenses junto ao movimento teatral paranaense. A Companhia é formada por Rafael Barreiros, Milene Dias, Felipe Sarrafo, Nathalia Luiz, Eliezer Vander Brock. 

O prêmio Técnico do Ano ficou com Mauri Silva, sonoplasta, funcionário do Teatro Guaíra desde 1978 e que atualmente exerce a função de Técnico em Artes Cênicas no Teatro José Maria Santos. 

A escolha para o Prêmio Especial e Técnico do Ano é da Comissão Julgadora e da diretoria das entidades co-promotoras Sated/PR e Sedep/PR, Teatro Guaíra. 

Veja também

Deputado Federal Carlos Chiodini estreia a capa de janeiro da Revista Nossa e revela intimidade, bastidores e futuro na carreira política
Carlos Chiodini se tornou o deputado federal mais votado pelo seu partido
Empresários de Guaramirim e Jaraguá do Sul participam de iniciativa que transforma lixo em energia
Entenda por que pular o café da manhã pode ser prejudicial à saúde
Estudo aponta que pessoas que costumam abrir mão da refeição matinal têm mais propensão ao diabetes tipo 2
Conheça as tendências em cirurgia plástica para 2019
Procedimentos que proporcionam efeito 'beleza natural' devem ganhar mais popularidade no próximo ano
Nutróloga dá dicas de como manter uma alimentação saudável durante as festas de fim de ano
A médica nutróloga Cristiane Molon revela algumas dicas simples, que fazem toda a diferença no saldo final
Mamãe blogueira: mostrando o lado real da maternidade
Karin Petermann possui uma vida apaixonante, mas cheia de desafios!