Universo de Sabores e Empreendedorismo

Por: Priscilla Millnitz Pereira Foto: Marcelo Luis
Compartilhe

Jorge Vieira gosta de comparar cada dia de trabalho ao voo de uma aeronave. "Todos os dias essa aeronava decola às 11 horas e pousa às 14h30 sujeita a algumas turbulências, então é necessário que o piloto tenha tudo sob controle e que a tripulação esteja bem organizada para manter a ordem", equipara. No comando do Restaurante Arweg, ele investe em planejamento e carrega na bagagem anos de experiência na gerência de estabelecimentos gastronômicos, o que garantiu em 14 anos de atividades o reconhecimento como um dos melhores da região.

   jorge-familia

Natural de Florianópolis, ele iniciou na área gerenciando uma cozinha industrial. A atividade despertou sua paixão pela gastronomia e, aos poucos, esse sentimento foi irradiando até conquistar a família inteira, que hoje toca o Restaurante Arweg ao seu lado. Jorge conta que foi a primeira experiência que lhe deu toda a ideia de planejamento, adotada inicialmente na própria casa. Os cardápios passaram a ser organizados semanalmente, como em um restaurante, e isso facilitou as compras e a organização da geladeira, potencializou o aproveitamento dos ingredientes e gerou economia. "Vi naquilo um grande negócio. Transportando para o dia a dia no restaurante significa poder trabalhar sobre o que sai mais, descobrir os pratos prediletos e atender melhor o cliente", diz.

Publicidade

mobile-1

Jorge ainda trabalhou no Moinho do Vale e na Churrascaria Ataliba antes de se mudar definitivamente para Jaraguá. Na época o Ataliba era quem administrava o Restaurante Arweg e ele trouxe sua experiência para colocar ordem na casa, eliminando as reclamações e recuperando a imagem do restaurante na cidade. A essa altura a gastronomia já tinha entrado de vez para a rotina familiar. Angela, a esposa, fazia bolos e tortas para vender e, no verão de 2003, surgiu a ideia de montar uma pizzaria no litoral somente para a temporada.

A grande jogada de marketing

Não dá para negar o talento de Jorge para a administração e gerência, mas naquele verão ele mostrou ser exímio também na divulgação do novo estabelecimento. A família costumava passar as férias em Itajuba e o empreendimento foi montado lá para trabalhar somente com tele-entrega. Angela desenvolveu uma massa exclusiva e Jorge já esperava o sucesso, prevendo a venda de 25 mil pizzas.

jorge-e-esposa

Para garantir que as pessoas veriam o folheto propagando a inauguração, teve a ideia de fazê-lo num tom de amarelo semelhante ao da conta de luz e, assim, garantir que ninguém o jogaria fora sem dispensar um mínimo de atenção. O panfleto ainda continha um vale desconto para a inauguração e, chegado o grande dia, o resultado não poderia ser diferente de sucesso. "Coloquei a Angela trajada de chefe na rua oferecendo pizza para degustação e superamos nossa meta vendendo 30 mil pizzas", lembra. A ideia de trabalhar só com entregas precisou ser revista e ele comprou mesas para que as pessoas comessem ali mesmo, na rua, e Itajuba viu surgir um novo point naquele ano.

Publicidade

vallsa

O empreendimento só não prosperou nas outras temporadas porque assim que retornou ao trabalho em Jaraguá do Sul foi convidado pela diretoria da WEG para assumir de vez o comando do restaurante e da lanchonete da recreativa. Angela foi junto e assumiu a cozinha, e os filhos, João e Andreza, ajudavam desde cedo no que dava. Jorge conta com orgulho que ambos fizeram de tudo, desde o serviço de limpeza de banheiros à lavação de copos. A nora, Janaína, também abraçou o trabalho e ajuda nos afazeres do restaurante desde que entrou para a família. "Sem eles ao meu lado nada disso seria possível. Hoje minha filha é formada em gastronomia e minha mulher é uma verdadeira ?bruxa? na cozinha, interpretando receitas e criando sabores como ninguém", derrete-se.

destaque-jorge

Restaurante Arweg conheceu uma nova era

Assumindo o controle de tudo, a família Vieira não perdeu tempo. Hoje promove eventos esporádicos, aluga o espaço para eventos corporativos, casamentos e aniversários, oferece todo o serviço de buffet, bar e garçons e ainda leva o seu evento para qualquer lugar. "Temos espaço aqui para até 800 pessoas, mas nossa estrutura permite atender onde o cliente preferir, seja na sua casa ou outro espaço", garante.

O restaurante também é o único a investir em uma cozinha contemporânea, onde os clientes têm a oportunidade de experimentar pratos do mundo inteiro por um preço acessível e com um toque de requinte capitaneado por Angela e seguido à risca por toda a equipe. Jorge admite que eventualmente pode parecer chato, mas o rigor é justificado pela certificação no Programa Alimento Seguro (PAS), que impõe normas para o manuseamento dos ingredientes e demais rotinas que envolvem um estabelecimento voltado para a gastronomia.

Publicidade

viajare

O resulta desse cuidado está refletido nos números do restaurante. Diariamente uma média de 300 pessoas almoçam no local. Em 14 anos foram servidos 1,4 milhão de refeições e mais de dois mil eventos tiveram lugar no imenso salão. O Restaurante Arweg também já participou de uma série de eventos na região levando sua gastronomia, como a Schützenfest, Bananalama e Feijoada do Moa, e aos domingos oferece ainda a opção de espeto corrido para os amantes de carne. "Estamos preocupados em oferecer o melhor na mesa de nossos clientes e adquirimos um novo grill para apresentar novos tipos de sabores, servindo mignon, entrecot e carnes argentinas com mais suculência", destaca Jorge.

Mas se a gastronomia é um ponto fundamental, Jorge não descuida também do atendimento. Segundo ele, o garçom é um "servo do cliente" e é preciso cuidado e atenção com as pessoas da equipe, garantindo uma energia boa dentro da cozinha e no salão. "Um café todos os dias, um bom papo e deixar claro o planejamento do dia são estratégias primordiais nesse sentido. Somos como uma família e precisamos perceber as pessoas, deixá-las se sentindo bem para que cresçam junto", ensina.

Noite da Ilha tem nova edição

Dia 18 de agosto o Restaurante Arweg abre suas portas para a 13ª Noite da Ilha, evento que começou despretensiosamente após uma conversa entre amigos. Jorge conta que quando assumiu o comando do restaurante recebeu a incumbência da diretoria de criar um evento que fizesse parte do calendário da cidade. A temática era livre e foi durante bate papo que surgiu a ideia de celebrar a cultura açoriana em uma noite que reunisse o melhor da gastronomia a espetáculos folclóricos e musicais.

jorge

No cardápio, grande atração da noite, o melhor dos frutos do mar, com um buffet repleto de camarões, ostras, mariscos e peixes. Neste ano o ingresso dá direito também a chope Stannis liberado e a partir das 22h30 começa o baile com a banda In Natura. Os ingressos já estão à venda no restaurante e custam R$ 130. Não dá para perder!

Publicidade

moinho-gif

Quem não gosta ou não pode comer frutos do mar também pode prestigiar os costumes ilhéus enquanto degusta opções variadas de carnes em um ambiente democrático. "Fica o convite para todos prestigiarem e adianto que temos planos de promover mais encontros nesse sentido. O jaraguaense precisa e merece mais eventos", conclui.

Veja também

Diego Enke, proprietário da imobiliária Conquista Já Imóveis, estampa a capa de dezembro da Revista Nossa
Ele foi a face da campanha 'Meu Partido é o Brasil' em Jaraguá e Santa Catarina
Anderson Kassner avalia atuação na presidência da Câmara
Parlamentar deixa o comando do Poder Legislativo com metas e planos realizados e atribui as conquistas ao trabalho em equipe
Conheça a atleta Marina Fructuozo Piazera, destaque na natação jaraguaense
Apaixonada pelo esporte milenar, Marina revela detalhes sobre sua carreira
Conheça mais sobre a Churrascaria Divino Grill e o Restaurante Tio Patinhas, referências de sabores na região
A 'Noite do Carneiro' já é popular por SC
Vinícola Pericó tem novos donos
O fundador, Wandér Weege, de Jaraguá do Sul, explica a decisão de sair do negócio
Petit Jardin surpreende em novo endereço junto da natureza no centro de Jaraguá
O menu de verão está repleto de novidades!