O perfil de uma das mais jovens lideranças da região

Por: Priscilla Millnitz Pereira Foto: Marcelo Luis/ Divulgação
Compartilhe

Atual diretor de habitação da prefeitura de Jaraguá do Sul e primeiro suplente de vereador no município, Luís Fernando Almeida tem o espírito da liderança correndo nas veias. Mas a trajetória que o trouxe até aqui começou muito antes de filiações partidárias e convites para atuar na vida pública. De forma inconsciente, o garotinho, que cursava o sexto ano do Ensino Fundamental em uma escola pública, foi se envolvendo e apaixonou-se pelo movimento estudantil. Percebeu que, através da sua capacidade de mobilização, poderia construir um caminho para uma sociedade melhor.

capa-interna-baixa-jpg2

"Sou de família humilde, filho adotivo e meu pais não tiveram oportunidade de estudar e nunca se envolveram em política, mas sempre foram meus pilares, sempre me incentivaram a estudar e conquistar meu espaço, e hoje tudo o que conquistei é graças a eles, que sempre estiveram ao meu lado, me dando força nos momentos difíceis", diz, reforçando o caráter natural de suas escolhas. Luís Fernando sequer lembra ao certo como tudo começou, mas já era líder de turma quando passou a se espelhar em Leandro, um antigo professor com quem mantém contato até hoje através das redes sociais. "Ele sempre procurava maneiras de melhorar a escola e colocava a mão na massa para resolver as coisas. Lembro que estávamos ajudando a montar um palco para a festa junina quando ele me deu a sugestão de montar um grêmio estudantil", recorda.

Publicidade

gif-bread-burguer

Luís Fernando Almeida não sabia ao certo o que isso significava, mas topou o desafio. Chamou os colegas com os quais tinha mais afinidade para compor a chapa e lançou o nome do aluno mais popular da escola para presidente. Assumiu como vice, mas logo chamou a responsabilidade para si, quando o primeiro abandonou a função e deixou o grêmio. Daí em diante sempre esteve à frente dos interesses dos estudantes. Em 2008 iniciou sua vida acadêmica no curso de Direito da Católica de Santa Catarina, e já no primeiro semestre foi eleito para presidente do Centro Acadêmico do curso. No terceiro semestre veio o desafio de representar os anseios de cerca de 1.300 alunos no comando do Diretório Central de Estudantes (DCE), de onde só saiu com o diploma nas mãos.

Durante este período, foi que ele de fato reconheceu sua capacidade para reunir pessoas em torno de um propósito comum e não limitou suas ações ao Campus. "Encabecei manifestações contra a demolição do Ginásio Arthur Müller. Foi durante uma audiência pública realizada na Câmara de Vereadores e idealizada pelo Deputado Estadual Carlos Chiodini, para a qual levei 250 estudantes aproximadamente, e conseguimos fazer a administração pública da época recuar", comemora. O tempo provou que Luís Fernando Almeida estava certo. O local que antes servia apenas de ponto de uso e tráfico de drogas, bem como de prostituição, hoje é ocupado por famílias inteiras para momentos de lazer, sendo mais um cartão postal da cidade.
Publicidade

generallee

Dentro do Campus, as conquistas foram várias, incluindo a ampliação da biblioteca, cantina, melhora do sinal de internet e na infraestrutura do estacionamento, além de corredores ligando os blocos para evitar que os alunos tomassem chuva durante o deslocamento. Fora dos muros escolares, porém, a luta continuava. Luís Fernando Almeida foi contra o aumento do número de vereadores e foi despertando a atenção de muita gente por onde passava. Ele admite que nem todos o adoravam, já que não tinha medo de bater de frente quando os direitos dos estudantes estavam em jogo, mas sente orgulho de dizer que desfez a imagem do diretório como um ambiente de arruaças e bandeiras políticas.

capa-interna-baixa

Em 2012, quando surgiu o primeiro convite para disputar uma vaga na Câmara de Vereadores, tratou logo de deixar a presidência do DCE, fechando um ciclo que em momento algum tendeu para a direita ou esquerda política. "Lutei num sentido amplo, ideológico, e nossas chapas sempre foram mistas justamente para garantirmos isso", salienta.

Publicidade

selo-tato-branco

Na primeira vez que saiu candidato, Luís Fernando Almeida não tinha pretensão nenhuma de se eleger. Não que já não almejasse uma carreira no setor público, mas entrou com "a cara e a coragem" e apenas isso dificilmente leva alguém ao topo da competição nas urnas. "Na época eu trabalhava meio período no Procon e a outra parte do dia em um escritório de advocacia, em ambos como estagiário. Eu quase não via o tempo passar, e hoje me considero louco por ter entrado em uma campanha assim", diverte-se. O resultado, no entanto, surpreendeu e Luís Fernando Almeida ganhou o voto de confiança de 657 jaraguaenses, tornando-se segundo suplente. "Esse número e todos os apoios que recebi na época foram um termômetro positivo. Em 2016, quando saí candidato novamente, e com mais experiência, já entrei com o objetivo de me eleger", conta. No segundo pleito o número de votos mais que dobrou, subindo para 1.767. Luís Fernando Almeida foi o décimo mais votado de mais de 130 candidatos, mas não assumiu uma das 11 cadeiras da Casa de Leis por conta dos votos de legenda do partido. Hoje é o primeiro suplente e não pensa em desistir. Apenas segue focado agora em outras atividades.

2-movimento-estudantil

Histórico de respeito no Procon De estagiário, Luís Fernando Almeida passou a diretor do Procon e colocou o órgão da cidade na posição de segundo melhor do Estado. A força e energia da juventude ? hoje Luís Fernando tem 28 anos ? e o conhecimento jurídico adquirido no ensino superior e em três pós-graduações foram fundamentais para chegar a resultados tão bons. No período em que esteve lá, atendeu mais de nove mil consumidores e atingiu a marca de 80% de resolução dos casos. Um importante projeto foi ter realizado convênio com o Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, e desde 2014 todos os termos de audiência firmando acordos no Procon saem do órgão de direito do consumidor direto para as mãos do juiz, que homologa a decisão e traz agilidade no momento do cumprimento do acordo, o qual já pode ser de imediato executado. "Também ampliei as pesquisas de preço, abrangendo material de construção, material escolar, combustível, cesta básica, entre outros artigos, e divulguei as taxas de financiamento dos bancos", enumera. Mexer com esse setor causou certa dor de cabeça, já que as instituições financeiras não queriam expor os valores, mas Luís Fernando teve força para brigar com os grandes. Fechou o cerco contra os bancos no que se refere também ao tempo de espera para atendimento e fez o mesmo nas agências dos Correios e na Celesc. Curiosamente, recebeu elogios e até agradecimentos do então diretor da Celesc, que encontrou na Lei que regulamentava o tempo na fila de espera subsídios para exigir o aumento na equipe de funcionários e melhorar o atendimento à população. Desafios que ele nunca teve medo de assumir com a segurança de quem se apoia na legislação e de quem acredita que o setor público deve ser um facilitador. "Basta agir com transparência e seguir as Leis na sua literalidade. Não tem o que discutir quando o assunto é amparado dentro da legalidade, moralidade e eficiência", frisa.

Publicidade

interna_eixo11_440x100px

Hoje, o desafio de lidar com "outra" Jaraguá Assim que Antidio Lunelli assumiu a prefeitura, Luís Fernando Almeida comenta que teve a grata satisfação de ser lembrado para assumir a Diretoria de Habitação e Regularização Fundiária. O pulso firme e determinação do jovem advogado agora eram requisitados para reestruturar o setor de regularização fundiária e resolver o problema de quem não tem a escritura do imóvel onde mora, devolvendo assim dignidade para centenas de famílias, que por muitas vezes acabavam sendo esquecidas na informalidade. "Sem dúvida encontrei aqui desafios muito maiores que no Procon, mas estamos conseguindo colocar as decisões em curso, inclusive por ter o apoio e respaldo necessário do prefeito Antídio Lunelli, que é um prefeito visionário e determinado em suas convicções", conta. Ele destaca que de 2017 até agora encaminhou cerca de 500 lotes de um total de mil que já estão em tramitação (realizados ao longo de toda a história da pasta). Oitenta escrituras já foram autorizadas para serem entregues e existe a previsão de mais 300 para este ano. "Estamos fazendo um verdadeiro pente fino para identificar esses imóveis irregulares e me sinto honrado em assumir esse desafio", diz. Outra ação de peso da Diretoria de Habitação visa identificar ocupações irregulares em conjuntos habitacionais da prefeitura. Uma vez financiados, esses imóveis não podem ser alugados, revendidos ou emprestados para terceiros.

Hoje estima-se que 70 unidades se encaixem em alguma dessas situações e a ordem é coibir todas elas. "Temos quase 300 famílias na fila de espera aguardando a casa própria e no ano passado tínhamos 90 unidades só em um condomínio que não seguiam as regras. Nesse caso encaminhamos a situação para a Caixa Econômica e a decisão final pode ser pela retomada do imóvel", explica Luís Fernando Almeida. Diante da experiência já adquirida durante esses dezesseis meses à frente da Diretoria de Habitação, afirma Luís Fernando, "Conheci uma Jaraguá do Sul que enfrenta problemas sociais em grandes empreendimentos habitacionais e posso afirmar que não vejo de forma tão positiva os grandes empreendimentos. Segundo ele, reunir muitas famílias no mesmo local demanda toda uma estrutura no entorno que inclui uma demanda social. Almeida dá destaque no que se refere ao setor público, afirmando que é uma engrenagem pesada de girar devido à burocracia, porém, é necessário uma comunhão de esforços entre servidores, sociedade e agentes políticos para que esta engrenagem não enferruje e o trabalho seja prejudicado. Todos possuem o seu importante papel, é como se fosse uma máquina, da menor até a maior peça, todas devem estar alinhadas para que o trabalho aconteça.

A importância do jovem na política A participação dos jovens na política seja ela partidária ou não é fundamental, afirma Almeida. "Infelizmente, nos dias atuais uma grande parcela da juventude quer distância de qualquer envolvimento político. Também pode-se afirmar que o distanciamento não se dá por falta de senso crítico, mas devido aos maus exemplos que alguns políticos nos transmitem. É necessário separar o joio do trigo, não se deve colocar toda a classe política na vala comum, independente de partido político, sempre existem pessoas do bem, buscando de fato fazer algo de bom para a sociedade, e é aí que entra a participação da juventude, a qual deve buscar seu espaço e fazer a diferença, não se deixando levar pelos velhos caciques que por vezes denigrem a boa e verdadeira política, que é a arte de bem representar os membros da sociedade", diz Luís Fernando Almeida. Almeida ainda destaca que é preciso um trabalho de conscientização para que a juventude não renuncie ao seu papel transformador. "É fundamental que a juventude tenha a consciência de que se tornando neutro e cético em relação à política, esta nunca será renovada". Finaliza Luís Fernando Almeida.

Filiação partidária Luís Fernando Almeida se filiou ao MDB de Jaraguá do Sul no dia 02 de abril de 2018, após aproximadamente 8 anos na sigla anterior. Almeida afirma que as principais justificativas de sua mudança partidária é o espirito de mobilização e garra do MDB em Santa Catarina e em Jaraguá do Sul. Lembrou ainda que tem uma grande admiração pelo Deputado Estadual Carlos Chiodini, e que se espelha muito em seu método de fazer política, "ficha limpa, transparente e objetivo, sem falar que o homem parece estar sempre ligado no 220, não para, é 24h trabalhando, é entusiasmante ver a garra e determinação dele", acrescenta Luís Fernando Almeida. Da sigla anterior afirma ter deixado grandes amigos e que irá olhar para frente, comenta que contribuiu com a sigla, inclusive fazendo quase dois mil votos para a coligação.

luis-fernando-almeida-e-esposa-bruna-chiodini-almeida

Lado família de Luís Fernando Almeida Luís Fernando Almeida é casado com a psicóloga Bruna Chiodini Almeida, que hoje cursa o 7º semestre do Curso de Direito, sua segunda graduação, e que trilha os passos de Luís Fernando Almeida no movimento estudantil na universidade, pois foi eleita presidente do Diretório Central dos Estudantes ? DCE com o apoio de Almeida. Luís Fernando Almeida comenta que nos momentos livres adora ficar em casa, com sua esposa e sua cachorrinha "Babi", assistir a seriados ou ler um livro e também brinca que adora apreciar um bom vinho, pois ninguém é de ferro. Defende que a família é o alicerce para quaisquer que sejam seus projetos, consultando-a sempre antes de tomar importantes decisões.

Veja também

Diego Enke, proprietário da imobiliária Conquista Já Imóveis, estampa a capa de dezembro da Revista Nossa
Ele foi a face da campanha 'Meu Partido é o Brasil' em Jaraguá e Santa Catarina
Anderson Kassner avalia atuação na presidência da Câmara
Parlamentar deixa o comando do Poder Legislativo com metas e planos realizados e atribui as conquistas ao trabalho em equipe
Conheça a atleta Marina Fructuozo Piazera, destaque na natação jaraguaense
Apaixonada pelo esporte milenar, Marina revela detalhes sobre sua carreira
Conheça mais sobre a Churrascaria Divino Grill e o Restaurante Tio Patinhas, referências de sabores na região
A 'Noite do Carneiro' já é popular por SC
Vinícola Pericó tem novos donos
O fundador, Wandér Weege, de Jaraguá do Sul, explica a decisão de sair do negócio