Marina Marcolla apresenta o Visual Merchandising

Por: Revista Nossa Foto: Divulgação
Compartilhe

vm-vestuario

O varejista de sucesso está sempre de olho em algo que possa alavancar suas vendas. Estratégias e recursos de marketing e propaganda são ótimos aliados e, normalmente, são os recursos mais utilizados. Mas hoje quero falar de um sujeito silenciosos mas muito eficiente, que pode ser seu novo parceiro e promotor de vendas em sua loja: o Visual Merchandising.

Publicidade

mariamarta-mobile

Resumindo, o Visual Merchandising (VM) é o estudo da melhor e mais eficiente forma de expor produtos num ponto de vendas. O VM estuda o consumidor e seu comportamento, entende a "personalidade" da marca e do produto, expondo-os de forma a traduzir e despertar sentimentos e emoções. Como resultado, encanta o cliente e provoca o consumo. Estudos revelam que 83% da decisão de compra está baseada no sentido visual do ser humano. É uma boa razão para o lojista dedicar parte do seu tempo e investimento para apresentar seu produto de forma instigante para o cliente.

[gallery ids="29755,29754,29753,29752"] Uma proposta de Visual Merchandising respeita algumas regras importantes e destacamos como exemplo:
Publicidade

mobile_corpoativo_290x190px

- A forma de exposição deve coincidir com o posicionamento da marca: apresentação maciça e carregada indica um produto popular, enquanto leve e sutil sinaliza um produto de alta qualidade e valor agregado; - Lembre-se de que "o produto é o herói". Todo o ambiente de loja - móveis, materiais e decoração; ? servem simplesmente para reforçar a sua apresentação; - Combine, em uma única apresentação, produtos com preços atraentes e produtos com alta margem de lucratividade. Isso cria o efeito máximo de compra por impulso; - Iluminação correta e informação visível são condições básicas para atrair a atenção e despertar o desejo de consumo. - Toda compra ? algumas mais, outras menos - envolve emoção. E a emoção é provocada pela percepção. Não basta o produto ser bom e bonito; ele deve parecer bom e aparecer bem. "Não somos impulsionados pela realidade, mas sim por nossa percepção da realidade" (Anthony Robbins).

Olhe para sua loja. Talvez seja o momento de dar um up grade no visual dela. Você vai se surpreender com os resultados, a começar por um aspecto pessoal muito importante: você mesmo vai amar ainda mais sua loja.

marina

Marina G. Marcolla Arquiteta, especialista em Gestão de Negócios, com experiência em arquitetura para o varejo.

Veja também

Valorize a sua fachada
Como anda a fachada da sua casa?
Ninare encanta com duas novas opções de quartos Infantis. Veja!
Caroline Obenaus e Josiane Mirela Pedri se unem para a construção de projetos inspirados no aconchego
Tipos de box para banheiro: saiba como escolher o vidro ideal
Preparamos um guia com detalhes do vidro recomendado para essa área do banheiro, além da indicação de cinco tipos de box
Proma realiza workshop de mesa posta com Joe Gieseler para influenciadores digitais
Com inspiração natalina, o evento foi um convite para que os visitantes aprendessem como preparar a mesa perfeita
Verão chegando: piscina ou spa?
Coluna Arquitetura e Urbanismo com a Eixo 11
Saiba como usar os cobogós
Estilo, iluminação e controle térmico para sua casa