Fotógrafo Marcelo Luis mostra lado paizão e apresenta família

Por: Eduardo Klemtz Foto: Marcelo Luis
Compartilhe

Para comemorarmos uma das datas mais carinhosas do ano, convidamos o concorrido fotógrafo catarinense Marcelo Luis Alves da Costa, de 49 anos, para uma entrevista especial. Ele falou sobre as mudanças na vida após a paternidade, contou como é a rotina com o seu filho mais novo, Caetano, e os programas favoritos que participa com a sua família que é cercada de amor.

img_39781

Nos conte um pouco dos seus filhos? Tenho dois filhos, com uma diferença de 16 anos de um para o outro. Cada um tem suas particularidades, o primeiro, o Guilherme não pude acompanhar o crescimento e desenvolvimento mas se tornou um grande homem, hoje com 28 anos, tem sua vida própria e sempre que podemos estamos juntos, ele mora em Balneário Camboriú. O segundo, o Caetano, é o meu xodó, acho que é porque tive ele com uma idade mais avançada então acabou sendo outra experiência maravilhosa e mais intensa, não que a vinda do primeiro não tenha sido também, acho que algo que nunca vou me esquecer nesta vida é a primeira vez que vi os meus filhos, é uma imagem que vou guardar para sempre.

Publicidade

corolla

O que a paternidade mudou em você? ?Mudou tudo? e em épocas diferentes? Sempre quis ter filhos e a chegada dos dois foi um momento muito especial na minha vida...Com essa diferença de idade entre eles foi tudo muito inesperado, porém, maravilhoso? Na gravidez do Guilherme, eu era jovem e como todo garoto, às vezes imaturo? Já o Caetano, estava beirando os 40 anos, eu já me considerava mais maduro e lapidado pela vida.

Qual o maior desafio de ser pai? Antes de ser pai sempre imaginava que para se criar bem um filho bastava muito amor...Gostar muito....Amor de sobra...Depois percebi que tem que ser uma medida exata...Nem pouco e nem muito, amor de menos estraga assim como amor demais também prejudica. Tento passar para meus filhos bons princípios tais como honestidade, caráter e consciência.

Qual é o programa favorito para se curtir como pai e filho? Gosto de passear com o Caetano, sempre que podemos e ele esta afim né...Pois nos dias de hoje os celulares e games atraem bem mais as crianças, infelizmente. Sou uma pessoa que não gosta de ficar em casa, estou sempre indo para algum lugar, fazendo algo relacionado a trabalho ou diversão e se puder encaixar a presença dele comigo melhor ainda. Um programa que sempre quis fazer com os dois foi acampar com eles, somente nós 3, sempre tive esta vontade, mas ainda não consegui realizá-la.

img_1454

Como concilia o trabalho com a paternidade? Difícil nos dias de hoje, mas como disse anteriormente, sempre procuro encaixar a presença do meu filho mais novo. Mesmo levando e buscando ele todos os dias no colégio desde bebê, sempre criando oportunidades de ficar juntos. Eu gostaria de estar mais com ele, em casa é meio que cada um no seu canto, acho que é assim nos dias de hoje. Relacionamentos estão perdendo espaço para a internet. Sinto falta de ter passado mais tempo com meu filho mais velho, o Guilherme, um complexo de culpa danado. Minha posição de pai para filho foi a de sempre cobrar apenas uma coisa só: Que estudem, sempre achei que uma criança que vai bem nos estudos, vai bem no resto.

 

O que você e seus filhos mais tem em comum? Complicado! Não sou a pessoa ideal para responder essa pergunta (risos). Com o Guilherme, nós se parecíamos muito fisicamente quando ele era menor. O Caetano é "genioso" como eu...Me vejo muito nele...Mas acho que é porque convivemos mais. Fora isso, acho que cada um tem as suas particularidades e são bem diferente entre si.

Em poucas palavras, defina o que é ser pai para você. Ser pai é a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida, não consigo me ver sem meus filhos...Os dois são tão diferentes e cada um tem um valor mais que especial pra mim. Quando penso nos meus filhos, em nossas vidas...Gostaria que fôssemos eternos para que esta ligação nunca terminasse.

Veja também

Personal trainer jaraguaense reata com Latino e cantor dispara: 'Foi mágico'
Casal se reconciliou em menos de dois meses após término
Hospital e Maternidade Jaraguá promove caminhada para sensibilizar a população em relação à prematuridade
No Brasil, cerca de 11% de todos os partos realizados são prematuros
Revista Nossa comemora 20 anos em grande estilo na Feijoada do Moa
A Revista Nossa é fruto do empreendedorismo de Moa Gonçalves
Clínica odontológica Ortocoi comemora 20 anos
O mês marca duas décadas de atuação mantendo o foco no atendimento humanizado e na busca por conhecimento
Schroeder completa 54 anos de história
Prefeito Osvaldo Jurck comenta sobre os objetivos traçados para mais um ano da cidade
Apaixonada por justiça, Geórgia Carvalho bate um papo exclusivo com a Nossa SC
Conceituada advogada jaraguaense revela o principal componente do sucesso profissional