Flexibilidade construtiva nas edificações e o uso do sistema Light Steel Framing (LSF)

Por: Mariana e Jeanita Foto: Divulgação
Compartilhe

Nas diversas etapas da vida, as necessidades das pessoas vão mudando e alterações no layout das edificações vão surgindo. A flexibilidade construtiva é realizada através de um projeto arquitetônico que prevê a facilidade de alterações com o reaproveitamento da maioria dos materiais de construção. O projeto de uma edificação flexível é primordial, pois atende à necessidade dos moradores e usuários sem afetar a questão estética da edificação, quando uma casa é ampliada ou reformada, na maioria dos casos é possível visualizar o que foi ampliado sem ter grandes conhecimentos, pois fica claro com o resultado estético, que não estava no projeto inicial.

É possível criar ambientes flexíveis onde paredes podem ser removidas e alteradas, desde que não possuam uma função estrutural e tenham sido projetadas para isso. Essa flexibilidade construtiva é primordial para que a construção civil desperte para novos processos, o que é feito através do uso de tecnologias industrializadas, como é o caso do sistema construtivo Light Steel Framing (LSF), que é um sistema construtivo de concepção racional, constituído por perfis formados a frio de aço galvanizado que são utilizados para a composição de painéis estruturais e não-estruturais, vigas secundárias, vigas de piso, tesouras de telhado e demais componentes. É um sistema industrializado e possibilita uma construção a seco com grande rapidez de execução.

internajeanita1-1

A expressão "Steel Framing", do inglês "steel: aço" e "framing" que deriva de frame: estrutura, esqueleto, disposição e construção (Dicionário). O sistema LSF não se resume apenas à sua estrutura, ele é composto de vários componentes e subsistemas, que são além do estrutural, de fundação, de isolamento termo-acústico, fechamento externo e interno e instalações elétricas e hidráulicas.

A construção em aço é muito versátil e viabiliza qualquer projeto arquitetônico, desde que planejado, e torna o processo racional e industrializado, com o LSF a construção passa a mudar de canteiro de obras para um canteiro de montagem.

internajeanita2-1

Principais vantagens do LSF: O sistema é padronizado e os elementos construtivos são produzidos industrialmente, com um controle de qualidade rigoroso; O aço possui resistência e alto controle de qualidade e resulta em precisão dimensional e melhor desempenho estrutural; Facilidade de obtenção dos perfis formados a frio, que são materiais muito utilizados na indústria; Durabilidade e longevidade da estrutura; Fácil montagem, manuseio e transporte devido a leveza dos componentes; Sistema construtivo a seco, o que reduz o uso de recursos do meio ambiente e o desperdício de materiais; Seus perfis são perfurados previamente e utilizam paineis de gesso acartonado o que facilita as intalações hidráulicas e elétricas; Traz um ótimo desempenho termo-acústico, através da combinação de materiais de isolamento e fechamento; Rapidez de construção; O aço é um material imcombústível; O aço é um material reciclável; E o melhor, permite flexibilidade construtiva. O que atende a necessidade de alterações das edificações sem comprometer a questão estética.

destaque1

Desvantagens do LSF: Preconceito, pois as pessoas acham que o sistema é frágil, porém é altamente utilizado em vários países do mundo devido à sua alta resistência; Barreira cultural, o morador ou usuário não pode sair furando objetos nas paredes sem antes ler o manual do projeto, pois existem as paredes que estão preparadas e reforçadas para serem furadas, o que resulta em fácil manutenção e reduz os entulhos gerados; Falta de conhecimento e planejamento; Falta de mão-de-obra especializada, pois exige um sistema calculado que não permite erros e desperdício de materiais; Custos, devido a ser um sistema de origem estrangeira, alguns componentes tendem a custar mais, porém resulta em uma obra mais rápida e limpa, o que no final terá um valor equivalente ao custo do sistema de alvenaria convencional.

jeanita1

Jeanita Bonato Arquiteta e Urbanista

jeanita-site-750-x-180-1

Veja também

Ninare encanta com duas novas opções de quartos Infantis. Veja!
Caroline Obenaus e Josiane Mirela Pedri se unem para a construção de projetos inspirados no aconchego
Tipos de box para banheiro: saiba como escolher o vidro ideal
Preparamos um guia com detalhes do vidro recomendado para essa área do banheiro, além da indicação de cinco tipos de box
Proma realiza workshop de mesa posta com Joe Gieseler para influenciadores digitais
Com inspiração natalina, o evento foi um convite para que os visitantes aprendessem como preparar a mesa perfeita
Verão chegando: piscina ou spa?
Coluna Arquitetura e Urbanismo com a Eixo 11
Saiba como usar os cobogós
Estilo, iluminação e controle térmico para sua casa