Anderson Kassner avalia atuação na presidência da Câmara

Por: Priscilla Millnitz Pereira Foto: Marcelo Luis
Compartilhe

O presidente da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner, entrega o comando do Poder Legislativo com as metas e os planos cumpridos. O parlamentar atribui as conquistas ao trabalho em equipe, que envolveu os vereadores e servidores. Em primeiro mandato, ele encarou o desafio de administrar a Casa de Leis, superando a projeção inicial das ações anunciadas após a eleição da Mesa Diretora. "Mantive a harmonia com os demais vereadores, com o Executivo, com os servidores e, é claro, alinhei as decisões com a Mesa Diretora", ressalta o presidente, eleito como o vereador mais votado em 2016. Ele explica que os projetos, especialmente os mais relevantes e impactantes na vida da população, sempre ganharam espaços para debates na Câmara, com a presença de entidades, representantes do Poder Público e comunidade. Para Anderson Kassner, o Plano Diretor foi um dos projetos mais importantes votados em 2018, por definir as diretrizes que orientarão o crescimento organizado do município pelos próximos anos. O presidente ressalta também a importância dos projetos da pavimentação comunitária, revitalização da mata ciliar e do Bolsa Cultural. Mas se o trâmite rápido de projetos é fundamental para que a cidade continue evoluindo, passar por processos internos de modernização é outra maneira de tornar tudo mais eficaz e sustentável.

"A Câmara está perto de contar com a tramitação digital entre os poderes Executivo e Legislativo, assim como a assinatura digital em todas as proposições, além de reduzir o número de impressões e seus consequentes custos financeiros e ambientais", afirma. Devido à complexidade de escolha do sistema mais adequado para armazenar todos esses documentos, a licitação está prevista para acontecer até o início do ano de 2019. "Criamos um grupo de trabalho formado por servidores para coordenar os estudos e pesquisas sobre os novos modelos de sistema legislativo. Fizemos várias visitas às Câmaras de outros municípios para conhecer os modelos adotados por eles", avalia. Os programas institucionais voltados para jovens alunos também tiveram resultados expressivos. No segundo semestre, Anderson Kassner foi o autor do projeto de lei que criou o programa 'Alunos no Legislativo', que oferece palestras sobre as competências dos Poderes Legislativo e Executivo, cidadania e política para estudantes do quarto e quinto anos do ensino fundamental. O projeto recebeu aprovação unânime dos vereadores. O programa atenderá aproximadamente 3.000 alunos por ano.

Além do novo programa, os já existentes, como o 'Vereador Mirim' e 'Câmara.com Você', alcançaram mais de 1.700 estudantes de diversas faixas etárias em 2018. "As iniciativas desse tipo são importantes para aproximar os jovens da política e esperar que de alguma maneira eles também conversem com a família e amigos sobre o assunto e despertem para a consciência política", reitera. 

Depois de rever os contratos terceirizados e fazer adequação da estrutura de cargos também foi possível chegar a uma economia de R$ 1 milhão por ano, segundo o presidente. Anderson Kassner reduziu o valor de R$ 440 mil no contrato com a TV Câmara, assim como o de R$ 148 mil no serviço de vigilância patrimonial, além da redução de três cargos comissionados no valor de R$ 312 mil. "Esse dinheiro volta para o Executivo e será investido nas pessoas, em saúde, obras, educação, cultura", reitera Anderson Kassner.

O presidente fez a sua parte ao abrir mão de uma secretária comissionada para lhe auxiliar nos trabalhos da presidência. O custo anual desse assessor é de cerca R$ 100 mil. Depois de 15 anos sendo sempre ocupado, é a primeira vez que um presidente opta por não preencher a vaga. "Sugeri ao prefeito que esse valor fosse utilizado para contratar mais horas com médicos no pronto-socorro do Hospital São José, mas a decisão final fica a cargo dele", conta.

Passagem também pela Prefeitura
O presidente da Câmara também teve uma passagem pela Prefeitura em setembro, quando o prefeito Antídio Lunelli e o vice Udo Wagner se ausentaram dos cargos (sem receberem remuneração nesse período), abrindo espaço para Anderson Kassner assumir como prefeito em exercício durante dez dias. O parlamentar atribui a passagem de cargo à relação de confiança entre os Poderes Legislativo e Executivo. "Nesse período conseguimos fazer algumas ações de trabalho em benefício à população", diz.

Mesmo como presidente da Câmara, Anderson Kassner não esqueceu da comunidade e manteve visitas nos bairros, atenção para as questões e problemas relatados pelo povo, além do atendimento em seu gabinete. Esse trabalho será intensificado a partir de 2019, estando ainda mais perto das pessoas.

Perguntado sobre o futuro, Anderson afirma que seguirá sua atuação na política. "Quero contribuir para uma mudança no sistema político, prezar por um trabalho sério, verdadeiro e honesto", afirma e acrescenta: "eu entrei na política para ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas e propor ações para evitar o desperdício do dinheiro público".

Veja também

Saúde e proteção do idoso são metas do segundo mandato de Dr. Vicente
Dr. Vicente vai lutar pela instalação da Comissão Permanente do Idoso
Suplentes reassumiram em Jaraguá do Sul
Os dois suplentes haviam sido substituídos pelos titulares no dia 20 de dezembro
Bolsonaro assina decreto que facilita a posse de armas no Brasil
Segundo Bolsonaro, o povo decidiu por comprar armas e munições
Governador de SC revoga o uso do nome social por travestis e transexuais em serviços públicos
O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva publicou no Diário Oficial desta segunda-feira seus primeiros vetos e projetos aprovados
Proposta que facilita posse de armas é enviada a Bolsonaro; saiba o que prevê
O texto prevê simplificar a comprovação da efetiva necessidade de posse de arma